Nilson Pugatti
SElviria Dezembro
(67) 99826-0686
Camara municipal

Manifestantes destroem loja de departamento após anúncio racista

Loja publicou um anúncio com um menino negro usando moletom que dizia 'o macaco mais legal da selva'

14 JAN 2018
Sputnik
11h02min
Foto: Reprodução

No início desta semana, o grupo de moda sueco H & M publicou um anúncio com um menino negro usando moletom que dizia "o macaco mais legal da selva".

Os manifestantes do movimento sul-africano de Defensores da Liberdade Econômica (EFF) destruindo várias lojas da H & M na província de Gauteng, reagindo ao anúncio da empresa considerado racista.

De acordo com a polícia, os oficiais dispararam balas de borracha contra os manifestantes, que estavam derrubando o mostruário das lojas e jogando roupas no chão.


O porta-voz do EFF, Mbuyiseni Ndlozi, disse que as desculpas do grupo de moda sueco eram pouco e vieram muito tarde. "O tempo das desculpas pelo racismo acabou, deve haver consequências para o racismo, ponto final!" Ndlozi escreveu no Twitter.

A H & M pediu desculpas pelo polêmico anúncio. "Nossa posição é simples, erramos e estamos profundamente arrependidos", disse o site do departamento sul-africano do grupo.

Veja também