Nilson Pugatti
SElviria Dezembro
(67) 99826-0686
Camara municipal

Médium João de Deus é acusado de abuso sexual por 12 mulheres

Ele já atendeu políticos, celebridades e altos funcionários públicos do Brasil e do mundo

8 DEZ 2018
Extra
12h44min
Foto: Cesar Itiberê/Fotos Públicas

Doze mulheres denunciaram terem sido sexualmente abusadas por João Teixeira de Faria, médium conhecido como João de Deus. Famoso pela realização de "cirurgias espirituais" em um centro em Abadiânia (GO), ele já atendeu políticos, celebridades e altos funcionários públicos do Brasil e do mundo.

No programa que foi ao ar ontem de noite, a produção do "Conversa com Bial", na TV Globo, relatou que dez mulheres se dizem vítimas de João de Deus, entre elas a coreógrafa holandesa Zahira Lieneke, que relatou ter sido estuprada pelo médium em 2014.

Zahira contou ter procurado João de Deus exatamente para se curar do trauma de um abuso sexual.

"Tinha muito medo deles mandarem espíritos ruins, da minha vida se tornar miserável, de não conseguir dormir", explicou a holandesa sobre o motivo de ter guardado a história por tanto tempo.

No total, o apresentador e a repórter Camila Appel ouviram, individualmente, relatos de 10 pessoas com histórias parecidas.

Abidiânia, de menos de 19 mil habitantes, recebe até 10 mil pessoas por mês para atendimentos espirituais - em sua maioria, estrangeiros.

Veja também