Aguas marcço2
Vivi bolsas - março
(67) 99826-0686

Ranking: as 25 músicas mais tocadas nas rádios do Brasil em 2016

Entre as 25 músicas, 22 delas são sertanejas; forró, funk e internacional completam ranking

10 JAN 2017
Blasting News
17h20min
Foto: Reprodução

A música sertaneja domina as rádios brasileiras há algum tempo. Em 2016, não foi diferente. Entre as 25 músicas mais tocadas nas emissoras Brasil afora, 22 são de sertanejos. Os intrusos na lista são Wesley Safadão, oitavo colocado com o hit “Coração Machucado”; Justin Bieber, único estrangeiro entre os 25 nomes, na 21ª colocação com a música “Sorry”; e Anitta, a última do ranking, com “Bang”. As informações foram apuradas pelo site Connect Mix.

As mais tocadas

A primeira colocada na lista de mais tocadas é o hit “Pronto Falei”, de Eduardo Costa, que teve mais de 620 mil execuções no ano passado. No YouTube, o clipe da música tem mais de 30 milhões de visualizações.

Na segunda posição, aparece a música “Seu Polícia – ao vivo”, da dupla Zé Neto e Cristiano. Foram 587 mil visualizações no ano passado. Pouco mais que as 583 mil alcançadas por Naiara Azevedo com a música “50 reais”, com a participação de Maiara e Maraisa.

A dupla feminina aparece duas vezes no top 10: na quinta posição com “Medo Bobo” e na sétima colocação com “10% - ao vivo”. Marília Mendonça e o hit “Infiel” aparecem na quarta posição, com 552 mil execuções.

O sucesso “Romântico Anônimo”, de Marcos e Belucci, que teve participação de Fernando Zor, ocupa a sexta colocação no ranking. O top 10 é completado por “Sosseguei – ao vivo”, de Jorge e Mateus, e “Que Pena que Acabou”, de Gusttavo Lima. As músicas foram tocadas, respectivamente, 440 e 427 mil vezes.

O líder Eduardo Costa ainda aparece outra vez na lista das mais tocadas com “Sapequinha”, a 14ª mais executada nas rádios brasileiras. As 10 mais, juntas, somam quase 6 milhões de execuções em todo o Brasil.

É evidente o domínio da música sertaneja no mercado brasileiro. Seja nas rádios, nas TVs, na internet e nos palcos, o chamado sertanejo universitário tem chamado a atenção de milhões de pessoas e novas duplas ou cantores solos surgem da noite para o dia.

Em 2017, o cenário não deve mudar: a música sertaneja continuará a mostra a sua força em todos os estados brasileiros.

Veja também