(67) 99826-0686
PMCG Janeiro

Riedel afirma que avaliação da Fazenda Buriti será finalizada nos próximos 10 dias

Agronegócios

22 NOV 2013
Aline Oliveira
19h15min
Divulgação


O presidente da Famasul (Federação de Agricultura e Pecuária de MS), Eduardo Riedel explicou o que ficou acordado na audiência pública com a Comissão de Agricultura e Reforma Agrária realizada na última quinta-feira (21), em Brasília.


"A reunião como ministro José Eduardo Cardozo foi muito importante e esperamos que a partir de agora as decisões tomadas em junho tenham sequência. Tivemos a informação que a avaliação da fazenda Buriti será finalizada nos próximos 10 dias, bem como o cronograma de trabalho definido em agosto e setembro", detalhou.


Na avaliação de Riedel o posicionamento do governo irá refletir no setor do agronegócios de Mato Grosso do Sul, que tem sido prejudicado em razão dos conflitos ente produtores rurais e indígenas. "Nós lutamos por paz no campo, o cenário de violência e confronto reflete na produção e na vinda de novos investidores. Nosso Estado tem toda condição de crescer ainda mais no cenário nacional e internacional, mas para que isso aconteça precisamos solucionar definitivamente os problemas do passado", alertou o presidente da entidade.


De acordo com o representante da Famasul, outra questão que deve ser discutida com urgência é a alta carga tributária brasileira que emperra o crescimento das vendas na cadeia produtiva. "Mato Grosso do Sul tem demonstrado seu potencial de exportação e para que a demanda aumente, temos que discutir a atual carga tributária, que onera os custos com a produção", avaliou.

Veja também