TJMS
re9
(67) 99826-0686

Morre aos 72 anos Orival Pessini, criador do Fofão

Ele estava internado no Hospital do Morumbi, em São Paulo

14 OUT 2016
O Globo
08h22min
Foto: Divulgação

Morreu na madrugada desta sexta-feira, 14, o humorista Orival Pessini, criador de personagens como Fofão e Patropi. O ator, de 72 anos, lutava contra um câncer no fígado e no baço. Ele estava internado no Hospital do Morumbi, em São Paulo. A notícia foi confirmada por Álvaro Gomes, empresário do ator.

O velório acontecerá no Cemitério Gethsêmani, em São Paulo. Pessini começou a carreira no teatro amador e estreou na TV em 1963 na TV TUPI no programa infantil “Quem conta um conto”. Entre 1976 e 1982 fez sucesso com “Planeta dos Homens”, da  Globo, com os personagens Sócrates e Charles.

Depois, criou Fofão, o alienígena bochechudo que marcou a infância nos anos 1980.  A estreia do personagem foi no programa "Balão mágico", da Globo. Com o fim da atração, em 1986, ganhou uma edição diária TV Fofão, na Bandeirantes.

Em 2013, em entrevista ao site, Pessini relembrou o início na TV:

- Inspirado em Chico Anysio, que interpretava vários personagens com o advento do videotape, eu quis fazer o mesmo no teatro amador. Comecei a fazer as máscaras antes de entrar para a TV.  A Globo ia lançar o programa "Planeta dos homens" (1976), uma sátira ao "Planeta dos macacos". Fúlvio Stefanini me indicou, fiz uma máscara de macaco e fui mostrar para o Boni em 1975. Criei o personagem Sócrates, que foi um sucesso na época.  Quando terminou, Boni pediu que eu criasse um personagem infantil. Não queria nem ver o piloto, o que eu criasse iria para o ar direto. Na época, o filme "E.T." fazia um baita sucesso. Pensei: vou criar um extraterrestre que é uma mistura de urso, cachorro, porquinho, palhaço e gente. Daí, nasceu o Fofão.

 

Veja também