(67) 99826-0686

Morre de câncer aos 56 anos a mulher do ex-ministro Guido Mantega

O corpo será sepultado na tarde deste domingo (12) no Cemitério Israelita do Butantã, na Zona Oeste de São Paulo

12 NOV 2017
Redação
12h31min
Foto: Folhapress

A mulher do ex-ministro da Fazenda Guido Mantega, a psicanalista Eliane Berger, de 56 anos, morreu na madrugada deste domingo, dia 12 de novembro, no Hospital Albert Einstein, na Zona Sul de São Paulo. Ela lutava contra um câncer e estava internada no hospital.

O corpo será sepultado na tarde deste domingo (12) no Cemitério Israelita do Butantã, na Zona Oeste de São Paulo. O enterro está previsto para as 15 horas, segundo funcionários do local.

O velório, que irá ocorrer no mesmo local, deve começar no início da tarde. Apesar do corpo já estar no local, o velório terá início quando os familiares chegarem ao cemitério.

Em setembro do ano passado, Mantega chegou a ser preso em uma operação da Lava Jato enquanto a mulher estava internada para passar por um procedimento cirúrgico.

O ex-ministro foi acusado pelo empresário Eike Batista, em depoimento à Lava Jato, de ter pedido R$ 5 milhões para pagar dívidas de campanha.

O juiz federal Sérgio Moro, responsável pelos processos da Lava Jato, que mandou prender Mantega, revogou a prisão do ex-ministro após tomar conhecimento do estado de saúde da mulher.

Veja também