conadhe
OUTUBRO ROSA
(67) 99826-0686

Adolescente que matou namorada a facadas e carbonizou cadáver é apreendido

Ele disse que discutiu com Laís, que ameaçou de contar à polícia sobre seu envolvimento com tráfico de drogas

14 FEV 2017
Dany Nascimento
08h05min
Facas apreendidas pela polícia Foto: Dourados Agora
interior-interna1
99

Um adolescente de 17 anos foi apreendido pela Polícia Civil, acusado de matar Lais Cristina, de 27 anos, no dia 10 de janeiro, no Bairro Jardim São Francisco, em Bataguassu. O corpo foi encontrado no dia seguinte, após denúncia.

A polícia constatou sinais de luta corporal em um dos quartos, que estava  com grande quantidade de sangue no chão e paredes. Foram encontradas três facas na sala da casa, duas com marcas de sangue. No lado de fora da casa, foi encontrado o corpo de Laís, parcialmente carbonizado além de um recipiente plástico contendo gasolina.

De acordo com o Dourados Agora, por meio de denúncias anônimas os policiais conseguiram chegar até o adolescente de 17 anos que confessou o crime. Ao ser questionado, ele disse que estava morando na casa da vítima, e que na madrugada daquele dia, teria discutido com Laís, porque ela ameaçou entregá-lo acerca de seu suposto envolvimento com o tráfico de drogas.

Durante a discussão, o adolescente pegou uma faca e desferiu vários golpes de faca contra Laís, no braço, na boca, pescoço e cabeça. Acreditando que vítima já estava morta, ele permaneceu no imóvel e adormeceu.

No outro dia, quando acordou, ele afirmou que percebeu que Laís ainda apresentava sinais de vida  e acabou de matá-la a golpes de faca. Em depoimento, o adolescente ainda relatou que teria passado as próximas horas, planejando formas de se livrar do cadáver de Laís. Ele disse que tentou conseguir um veículo para transportar o corpo, mas sem êxito e, então, em posse de uma faca maior, tentou esquartejar a vítima para lançar seus pedaços em um matagal, porém também sem êxito.

Na madrugada do dia 11, o adolescente levou o corpo de Laís até o quintal da casa e ali ateou fogo. O corpo foi encontrado parcialmente carbonizado envolvido em dois colchões. O adolescente foi apreendido, e responderá por ato infracional correspondente a Homicídio Qualificado e Ocultação de Cadáver.

 

interior-interna2
nando viana

Veja também