(67) 99826-0686

Atropelamento que dilacerou perna de mulher foi acidental, diz autor ao se apresentar

Ele foi ouvido e liberado, mas vai responder por tentativa de homicídio

12 SET 2017
Edição de Notícias
14h29min
Foto: PC de Souza

O jovem Lucas Luiz Ferreira de Oliveira, de 22 anos, se apresentou no início da tarde de ontem (11) à Polícia Civil de Coxim. Ele era motorista do Ford Escort que atropelou Valdiléia Pereira dos Santos, de 33 anos, na noite de sábado (09), no bairro Senhor Divino.

Além de se apresentar, ele contou aos policiais que o veículo estava na casa de sua mãe, no bairro Vale do Taquari, também em Coxim. Diante da informação, os policiais guincharam o veículo para a delegacia. O mesmo deve passar por perícia.

Segundo a versão de Lucas, uma briga generalizada tomou conta do endereço da vítima, seguindo para a rua, onde ele também reside. Como seu carro estava estacionado na via, ele foi tirar e acabou atingindo Valdiléia, que teve a perna prensada contra o muro.

Ele foi ouvido e liberado, mas vai responder por tentativa de homicídio. A versão da vítima é diferente da apresentada pelo autor. Ela afirma que o acidente foi proposital. Lucas teria jogado o carro para cima da vítima, que estava acompanhada de duas adolescentes, sendo uma sua filha.

A discussão teria sido motivada pela negativa da família dos vizinhos jogarem baralho em sua residência, pois eles não queriam bagunça no local, pois estavam de luto pela perda do patriarca há poucos dias. Diante dessa negativa, começou uma discussão que resultou na agressão.

Veja também