TJMS - Setembro
(67) 99826-0686

'Bahia' é condenado a 16 anos de prisão por tentar matar policial em MS

14 SET 2018
Redação, com TJMS
17h26min
Foto: Osvaldo Duarte/Dourados News

Quatro meses após tentativa de homicídio, a 3ª Vara Criminal de Dourados realizou sessão de julgamento do Tribunal do Júri, tendo como réu Anderson da Glória Souza, o 'Bahia', pronunciado nos crimes de duas tentativas de homicídio e posse irregular de arma de fogo.

De acordo com os autos, o crime foi cometido em maio de 2018 e o Conselho de Sentença da comarca considerou o réu culpado. A sessão de julgamento foi presidida pelo juiz César de Souza Lima, que condenou Bahia a pena de 16 anos de reclusão, em regime fechado.

Conforme a acusação, para assegurar a impunidade de outro crime, o réu atirou contra um delegado e um policial civil, que não morreram por circunstâncias alheias à vontade do acusado, pois não foram atingidos. Narra ainda a denúncia que, em data anterior aos fatos, Bahia. portava um revólver calibre 32, de numeração raspada e com capacidade para seis tiros.

O juiz César de Souza Lima pronunciou o acusado pela prática de duas tentativas de homicídio qualificado para assegurar a impunidade em outro delito e por serem vítimas delegado e policial civil, no exercício das funções, bem como o crime de posse irregular de arma de fogo com numeração suprimida, nos termos do artigo 143 do Código de Processo Penal (CPP).

Veja também