re9
lalu kids
(67) 99826-0686

Empresário é indiciado por assediar funcionários de 14 e 19 anos

Autor chegou a oferecer um celular para manter relação sexual com o menor

19 OUT 2016
Kerolyn Araújo
15h21min
Foto: Divulgação/PC

Um empresário, de 46 anos, foi indiciado por assédio sexual, importunação ofensiva ao pudor, ameaça e exploração sexual de adolescente, após a polícia descobrir que ele assediou dois funcionários, de 14 e 19 anos, na cidade de Sonora, distante a 363 quilômetros de Campo Grande.

De acordo com a Polícia Civil, o jovem de 19 anos contou que era constantemente assediado pelo patrão. Em uma das ocasiões, ele teria ido com o empresário até uma propriedade rural de Sonora para ajudar no carregamento de frangos, quando o homem teria insistido para que eles tivessem relação sexual. Ele teria mostrado objetos sexuais, vídeo pornográficos, além de tocar o órgão genital do funcionário.

Durante cumprimento de mandado de busca e apreensão, a polícia acabou encontrando na chácara do autor vários preservativos e objetos eróticos. No computador do empresário também haviam vários vídeos de homens nus praticando sexo.

No decorrer das investigações, um adolescente de 14 anos, que trabalhou como ajudante de pedreiro na chácara do autor, acabou revelando que também foi assediado pelo homem várias vezes. Ele insistia para que tivessem relação sexual, prometeu dar um celular ao menor, além de também ter tocado o órgão genital da vítima.

À polícia, o empresário não negou as acusações, mas ficou em silêncio durante o interrogatório. 

Veja também