Chapadão do Sul
tjms
(67) 99826-0686

Feriadão nas BR's de MS termina sem mortes e com queda de 30,7% no número de acidentes

Porém, houve aumento de 72% no número de motoristas flagrados alcoolizados

19 JUN 2017
Thiago de Souza
18h44min
PRF abordou 6.379 pessoas Foto: PRF

A Operação Corpus Christi da PRF não registrou mortes em 2017 e de quebra terminou com queda de 30,7%  no número de acidentes, de 39 para 27, se comparado com o mesmo feriado do ano passado.

Este ano, a ação nas rodovias federais que cortam Mato Grosso do Sul começou no dia 14 de junho e terminou a meia noite desse domingo (18).
O número de feridos também reduziu, de 28 no ano passado para 27 este ano, ou seja, queda de 3,5%.

Embriaguez

Durante a operação, a PRF realizou 2.495 testes de alcoolemia, que resultaram em 50 autos de infração por embriaguez – aumento de 72% em relação a 2016 quando foram registrados 29 autos. Ao todo, 19 condutores foram presos por dirigir sob efeito de álcool.

Conscientização

A PRF informou ter fiscalizado 6.379 pessoas durante todo o feriado. Nessas abordagens, policiais rodoviários orientaram os condutores sobre comportamentos inadequados no trânsito e as consequências dessas condutas.

Ainda segundo a corporação, 6.462 veículos foram fiscalizados. As ações resultaram em 4.598 autuações, aumento de 22,5% em relação ao mesmo período do ano passado. Pela falta do uso de cinto de segurança foram 93 autuações, sendo 79 delas pelos passageiros não utilizarem o equipamento obrigatório.

Outros 16 condutores foram autuados por falta do uso de cadeirinha – um aumento de 23% em relação ao ano passado, quando foram registradas 13 autuações dessa mesma infração.

(Durante operação, carro é flagrado a 171 km/h em rodovia federal de MS)

Risco

As autuações sobre ultrapassagens em locais indevidos caíram 8% segundo a PRF, mas ainda sim o número é significativo, com 250 condutores flagrados cometendo essa infração.

A PRF também registrou 3.131 imagens de condutores com excesso de velocidade com radares em rodovias federais no estado do Mato Grosso do Sul, um aumento de 16,5% em relação ao ano passado.  

 

 

Veja também