informe leilão
dr. hernia
(67) 99826-0686

Homem arrasta mulher pelos cabelos e tenta atacar enteada: 'lésbica merece ser estuprada'

O criminoso disse que a adolescente merecia ser estuprada simplesmente devido a sua opção sexual

19 JUN 2017
Anna Gomes
09h42min
Foto: JP News

Um homem de 36 anos foi preso após arrastar a esposa pelos cabelos, esfaquear e ainda tentar estuprar a enteada de 16 anos. Por ser lésbica, o padrasto disse que a adolescente merecia ser abusada sexualmente, apenas pela sua opção sexual. O fato aconteceu na noite do último sábado (17), em um condomínio da cidade de Três Lagoas, município distante aproximadamente 330 quilômetros de Campo Grande.

O criminoso agrediu violentamente a esposa de 33 anos. Vendo a mãe apanhar, a filha foi tentar defender a mulher, momento que padrasto a jogou na cama e passou a agredir a adolescente desferindo vários socos e tapas no rosto da jovem. Além das agressões, o homem ainda disse que iria estuprar a menina por ela ser lésbica.

Ao perceber que os vizinhos teriam acionado a polícia, o homem  resolveu fugir, levando a esposa arrastada pelos cabelos para um matagal. Com medo da mãe morrer, a adolescente tentou barrar o criminoso, mas acabou sendo esfaqueada pelo padrasto.

A polícia acreditava que a qualquer momento, o homem poderia matar a mulher, pois segundo testemunhas e realtos da adolescente, o criminoso era considerado violento e frequentemente ameaçava mãe e filha de morte.

Alguns minutos depois, os policiais receberam a informação que a mulher teria voltado para casa. A polícia rapidamente foi até a mãe da adolescente para saber informações dos fatos, mas foi surpreendida quando mulher disse que nada teria acontecido e que todo 'tumulto' seria culpa da própria polícia.

A mulher não queria registrar o boletim de ocorrência e negou que o marido teria esfaqueado a adolescente. 

Apesar da mulher negar, a menor que estava com um ferimento devido a facada e com muitos hematomas pelo corpo, disse que frequentemente ela e a mãe são agredidas pelo padrasto. A jovem confirmou que o homem ainda disse que iria estuprá-la.

A menor relatou que há uma semana, o padrasto tentou atear fogo no apartamento onde moram. Após o depoimento da adolescente, o homem foi preso e encaminhado para a Delegacia.

 

Veja também