informe leilão
dr. hernia
(67) 99826-0686

Homem mata esposa enforcada e enterra o corpo perto de açude

Vítima foi enterrada sentada, ainda com corda no pescoço

12 FEV 2017
Da Redação, Jornal do Povo
16h10min
Foto: Jornal do Povo

Vanda Júlio Borges de 42 anos foi brutalmente assassinada pelo próprio marido na última sexta feira (10) em uma fazenda localizada a 100 quilômetros de Três Lagoas. Ela foi enforcada e depois enterrada por Luciano Nunes Brito, de 41 anos, que confessou o crime a polícia e foi preso na noite do sábado (11).

Tudo teve início na manhã do sábado, por volta das 10h20, quando a filha de 19 anos de Vanda Borges foi até a Delegacia de Polícia Civil e registrou um boletim de ocorrências da desaparecimento da mãe. No documento policial, o relato era de que Vanda  teria saído de casa por volta das 10h e depois não foi mais vista.

A versão era de Luciano Nunes, que relatou que o casal havia brigado e que ela teria o agredido com um tapa no rosto. Após a briga, Luciano disse a jovem que ele saiu e ao retornar para almoçar, já não encontrou a mulher em casa. Os familiares da vítima suspeitaram da versão contada por Luciano, pois Vanda teria saído sem levar remédios a qual ela fazia uso frequente e a motocicleta que ela utilizava também estava na fazenda.

Ainda na noite do sábado, por volta das 21h, familiares de Vanda Borges foram com Luciano Nunes até o 2º Batalhão da Polícia Militar. Uma equipe da Rondas Ostensivas e Táticas do Interior (Rotai) conversou com o irmão e o filho de Vanda Borges, e os dois contaram o caso aos policiais que depois conversaram com o suspeito. Luciano apresentou nervosismo e entrou em contradições em suas respostas sobre o paradeiro da esposa, confessando após muitas negativas. 

Na delegacia, o suspeito contou como matou Vanda Borges. Ele disse que os dois brigaram na manhã da sexta-feira (10) e que a vítima pegou uma faca para tentar se suicidar, mas que logo após foi enforcada com uma corda de nylon por ele. Depois do crime, o suspeito colocou o corpo da vítima em um saco e a transportou até o local onde iria enterrá-la, próximo à fazenda onde moravam.

Para levar o corpo, Luciano utilizou um trator e com, uma escavadeira manual, fez um buraco de aproximadamente um metro e meio de profundidade para enterrá-la sentada. Após enterrar o corpo da vítima, ele jogou alguns galhos secos por cima.

O delegado da Polícia Civil de plantão, Fernando Casati juntamente com um perito e uma equipe da Rotai foram até a fazenda localizada a aproximadamente 97 quilômetros de Três Lagoas. Luciano Nunes mostrou o local exato onde enterrou a esposa e ainda deu detalhes de como praticou o crime.

Depois de aproximadamente três horas de escavação, o corpo de Vanda Júlio foi tirado do buraco e levado ao Instituto Médico Legal. A corda usada por Luciano para enforcar a vítima, ainda estava em seu pescoço.

O delegado esclareceu que Luciano Nunes vai ser autuado em flagrante por ocultação de cadáver e o pedido de prisão preventiva do suspeito será feito à Justiça pelo delegado Ailton Pereira, que assume o caso.

Veja também