conadhe
tjms
(67) 99826-0686

Jornalista brasileiro é uma das vítimas da pancadaria entre torcedores no Paraguai

Profissional diz que vivenciou 'cenas de horror' durante o confronto

9 OUT 2017
Thiago de Souza
15h52min
Pancadaria no paraguai atingiu jornalista brasileiro Foto: ABC Color
interior-interna1
Victor Hugo - 28 anos

O jornalista Shakin Nunes, sócio do site Brasiguaio News, de Ponta Porã, foi agredido durante a guerra entre torcedores, no jogo entre Olímpia e o Sol de América, em Pedro Juan Caballero.

Conforme o profissional, aos 12 minutos de jogo integrantes da torcida organizada do Olímpia, que também são conhecidos como 'barra bravas' iniciaram uma batalha campal.

''Vi cenas de horror'', detalha o jornalista. Conforme o site ABC Color, a guerra terminou com seis feridos com disparos de arma de fogo, dois machucados a facadas, uma mulher com ferimentos profundos na cabeça e um jovem com traumatismo craniano.

Shakin relata cenas de violência contra um idoso que estava próximo a ele, que também não saiu ileso da confusão.

''Os barra brava começaram a atirar pedra em nós acertou um senhor que estava do meu lado e minha costas, no senhor acertaram  o rosto pela que o mesmo teve um corte na face'', lamentou.

O jogo foi suspenso por conta da briga e integrantes da torcida do Olimpia. A pancadaria gerou varias reações de repúdio da sociedade fronteiriça. A população chegou a cercar os ônibus em que os integrantes da torcida organizada chegaram da capital paraguaia a cidade de Pedro Juan Caballero e foi necessário que os nove ônibus fosse encaminhada a Seção de Investigação da Policia Nacional do Paraguai.

Na polícia paraguaia, foram identificados os 451 integrantes e indiciados pela guerra no campo de futebol em Pedro Juan Caballero. Os moradores, indignados, cobraram das autoridades firmeza no cumprimento das leis e que os integrantes da torcida organizada sejam punidos exemplarmente.

 

 

interior-interna2
nando viana

Veja também