Chapadão do Sul
tjms
(67) 99826-0686

'Meu celular caiu na água', teria dito menor após acidente que matou motociclista

Outra adolescente teria se preocupado com os sapatos, mesmo com o corpo da vítima ne frente dela

13 AGO 2017
Thiago de Souza
16h16min
Acidente matou entregador de lanches Foto: JP News

Após um acidente gravíssimo, onde um carro atropelou e matou um motociclista, na madrugada de sábado (12), em Três Lagoas, uma das ocupantes do carro suspeito de causar a tragédia teria reclamado que o celular dele havia caído na água.

“Cadê meu celular? Meu celular caiu na água!”, dizia a menor, com sinais de embriaguez, logo após sair do veículo destruído e com o corpo da vítima a poucos metros de distância, de acordo com vários relatos.

Ainda segundo essas testemunhas disseram ao JP News, outra passageira, também menor de idade, teria procurado pelos sapatos. “Cadê meu sapato?”, teria dito a outra a garota ao conseguir sair do carro e antes de ser levada do local por familiares.

De acordo com as testemunhas, todos os ocupantes foram levados do local por familiares antes da chegada da polícia. A informação foi confirmada pela Polícia Militar.

A colisão ocorreu na madrugada de sábado (12). Um veículo Celta branco, estaria sendo guiado por adolescentes embriagados, que retornavam de uma festa. No cruzamento das avenidas Durval Rodrigues Lopes e Coronel Gustavo, o carro teria furado o sinal vermelho, segundo testemunhas estava em alta velocidade e atingiu o entregador de lanches em cheio.  

Walter, que durante o dia trabalhava como churrasqueiro em um restaurante  e durante a noite trabalhava como entregador em uma lanchonete faleceu na hora, após ser lançado para dentro para dentro do córrego fazendinha com o impacto da batida. O carro também caiu dentro do corrégo, arrancando uma árvore que ficava às margens antes da queda. Os ocupantes do veículo não sofreram lesões graves.

Ainda de acordo com estes relatos, momentos antes de causarem o acidente, o mesmo veículo teria quase causado um acidente ao passar próximo a uma moto na região central da cidade, com  uma das portas semiaberta e em alta velocidade.
 

 

Veja também