(67) 99826-0686
PMCG Janeiro

Operação Padroeira do Brasil fiscaliza pesca predatória em todo Estado no feriado

Fiscalização ambiental

10 OUT 2013
Aline Oliveira
16h30min
Divulgação

De 10 a 14 de outubro, a Polícia Militar Ambiental irá realizar a Operação Padroeira do Brasil, que conta com a participação de 345 militares. A tropa reforça o patrulhamento nos rios de todo Estado. A intenção é controlar a pesca feita por turistas e população no mês de outubro que antecede o início da Piracema em 1º novembro.

A fiscalização será intensificada com objetivo de prevenir a pesca predatória e para isso, os comandantes das 25 subunidades empregarão todo o efetivo no trabalho de fiscalização das margens dos rios em Mato Grosso do Sul.

Segundo a PMA serão monitorados e combatidos também o tráfico de animais silvestres, com atenção especial para papagaios, visto que no período de setembro a dezembro é a época de reprodução da espécie. Frequentemente, os militares promovem trabalhos preventivos nas propriedades rurais, por meio de informação da legislação e educação ambiental. O intuito é esclarecer as comunidades rurais, que geralmente são aliciadas pelos traficantes para que retirem os pássaros e os avisem para que comprem e revendam a população em geral.

Na Capital, quatro equipes realizarão trabalho itinerante, fiscalizando todos os tipos de crime e infrações ambientais, além de ficar em contato com as equipes de rios, para a movimentação de presos e materiais para as delegacias, caso aconteçam prisões em flagrante.

Cabe destacar que as multas por crimes ambientais podem chegar a R$ 50 milhões e as criminais, até cinco anos de reclusão. Na última operação, realizada em 2012, a corporação autuou 31 pessoas e aplicou R$ 40,6 mil em multas.

Veja também