(67) 99826-0686
PMCG Janeiro

Prefeitura de Três Lagoas abre inquérito para apurar vazamento da folha dos servidores

Sindicância

30 OUT 2013
Redação
20h47min
Divulgação

 

A administração municipal solicitou à Polícia Civil abertura de inquérito policial para apurar o vazamento da lista contendo os dados dos mais de 3,5 mil servidores da Prefeitura de Três Lagoas. O holerite, com todos os dados, como salário, descontos, até mesmo de pensão alimentícia, supermercado, plano de saúde, foi parar na internet, no começo desse mês de outubro.

 

A situação provocou muitos comentários nas redes sociais, principalmente, após a divulgação dos altos salários, pagos para funcionários de alguns cargos, como por exemplo, de Assessor Especial de Gestão de Políticas Públicas, que recebem R$ 7,155,41. Por outro lado, outras pessoas comentaram que, enquanto alguns funcionários ganham um bom salário e não ocupam cargo de secretário, outros recebem salário mínimo, no valor de R$ 678, ou, um pouco mais.

 

A secretária de Administração Janaina Avíla Lunardi, disse que, assim que chegou ao conhecimento da Prefeitura, o primeiro ato foi de abrir um inquérito para apurar quem, ou quais pessoas teriam sido responsáveis pelo vazamento da folha de pagamento dos servidores.

 

A secretária explicou que hoje existe a Lei da Transparência, o Serviço de Informação ao Cidadão (SIC),que permite a qualquer pessoa solicitar informações relacionadas à Prefeitura, como, por exemplo, do salário que é pago para determinado setor. Contudo, o nome de quem recebe, assim como, todos os descontos, não pode ser divulgado, como ocorreu com o vazamento da folha, já que se trata de dados pessoais do servidor. “Infelizmente, divulgaram a privacidade de cada servidor. Não existe nada oculto na Prefeitura, mas nós sentimos muito pela privacidade do funcionário ter sido exposta dessa maneira”, comentou.

 

Fonte: Jornal do Povo

 

Veja também