FAPEC
pmcg tjms
(67) 99826-0686
word wine - almoco japones 2

Procon na Rua alcança mais municípios do interior do Estado

Consumidores de Bataguassu, Itaporã, Japorã e Coronel Sapucaia receberão atendimento nos próximos dias

5 DEZ 2017
Procon MS
14h40min
Foto: Reprodução/Procon-MS

 Bataguassu, Itaporã, Japorã e Coronel Sapucaia receberão em dezembro o projeto Procon na Rua. A ação da Superintendência para Orientação e Defesa do Consumidor (Procon/MS), ligada à Secretaria de Estado de Direitos Humanos, Assistência Social e Trabalho (Sedhast), leva atendimento para orientações e registro de reclamações sobre conflitos nas relações de consumo.

Bataguassu recebe o projeto nesta quarta-feira (6.12). O escritório móvel vai se instalar em frente à Prefeitura, na rua Dourados, 163. Em Itaporã, a ação acontecerá na sexta-feira (8.12) na rua Duque de Caxias, em frente à Prefeitura, no centro. Em Japorã, o atendimento será no dia 14 de dezembro, na avenida Deputado Fernando Saldanha, na Praça Central. No dia seguinte (15.12), o escritório móvel do Procon se dirige a Coronel Sapucaia, onde o público contará com os serviços de defesa do consumidor no Centro de Referência da Assistência Social (Cras), localizado na rua Amâncio José da Silva, 6888, Centro. Em todos os municípios o atendimento será das 8 às 16 horas.

O Procon na Rua leva atendimento aos consumidores na unidade móvel, equipada para realizar o mesmo atendimento oferecido na sede, em Campo Grande. Durante a ação, os consumidores poderão contar com acesso a serviços e orientações sobre a legislação de defesa do consumidor e atendimento para formalizar reclamações. O projeto é direcionado a consumidores e fornecedores locais para orientações sobre as relações de consumo.

Registro de reclamação

Para formalizar a reclamação, o consumidor precisa apresentar documento de identificação pessoal com foto, original e cópia, e documentos que comprovem a relação de consumo como contratos, faturas, boletos etc. No site do Procon Estadual, há um modelo de procuração para consumidores que precisam realizar a reclamação, mas não podem comparecer pessoalmente.

Em 2017, Nioaque, Alcinópolis, Jaraguari, Terenos, Dois Irmãos do Buriti, Ribas do Rio Pardo, Bodoquena, Aparecida do Taboado, Itaquiraí, Sete Quedas e Rochedo também já receberam o projeto com ações voltadas à solução de conflitos nas relações de consumo. O projeto destina-se a alcançar municípios do Estado que não possuem estrutura própria de atendimento ao consumidor ou que estão em fase de implantação do sistema de defesa do consumidor.

Veja também