(67) 99826-0686
Bartz - IPTU 2018

Na Lata: Mandetta se anima com cenário tumultuado e ignora apoio a Puccinelli

20 FEV 2018
Rei Julien e a Bocozada
12h09min

Se anteriormente o deputado federal Luiz Henrique Mandetta (DEM) garantia que só sairia candidato a governador do Estado caso André Puccinelli (MDB) não saísse, ele agora parece estar mudando de ideia. Para ele, o motivo maior é que o próprio partido de Puccinelli não estaria “realmente” embarcando em sua pré-candidatura.

“Ah, um partido que tem dois senadores, o presidente da Assembleia e deputados que juram amor ao governador não me parece querer uma candidatura própria. Ou é oposição ou é acordo”, cutucou.

Para ele, os deputados não estariam “empenhados” em alavancar a candidatura de André Puccinelli. “Vamos ver a Assembleia em março, só vejo o Siufi e o Marcio Fernandes mais intensos”, afirmou, colocando, inclusive, o presidente da Assembleia Legislativa, deputado Junior Mochi no mesmo “balaio”.

“Deputados federais amam governadores fracos, e o André não seria um governador fraco”, ironizou alfinetando o atual governador Reinaldo Azambuja (PSDB).

Na Lata: Entre céu e inferno, Marun defende Termer e si mesmo com pesquisas eleitorais

19 FEV 2018
Liziane Berrocal
10h07min

O ministro da Secretaria de Governo Carlos Marun foi o entrevistado no programa Canal Livre na TV Bandeirantes na noite deste domingo (18). Ele falou, é claro, sobre a reforma da previdência que é alvo de sua extrema defesa.

Entre o céu e o inferno de um governo em crise político-institucional, Marun manteve uma serenidade não muito peculiar a ele, que sempre se coloca em posição de ataque. Defendeu o presidente Michel Temer e afirmou que um “mentiroso pode até ser eleito dizendo que a reforma não é necessária”, mas que depois o brasileiro ia pagar o preço.

Vale lembrar o esforço dele para defender um governo com popularidade em baixíssima baixa (assim, com hiperbóle), devem ser reconhecidos, ou mesmo elogiados, porque defender que açai é bom é fácil, agora defender Temer é uma árdua tarefa.

Mas como Marun é Marun, apesar de preferir sempre falar das ações de “defesa” do governo Temer, o ministro não deixou a vaidade eleitoral de lado e mandou na lata: “Eu sou o primeiro em intenção de votos nas pesquisas em Mato Grosso do Sul”.

Só precisa dizer se as pesquisas são confiáveis ou não, certo?

Na Lata: mulherada se revolta e bota banca em partidos de MS

17 FEV 2018
Rei Julien
10h49min

A falta de mulheres que queiram realmente concorrer a um mandato eletivo nas eleições deste ano. O problema é que a maioria fica com o pé atrás, porque se sentem apenas usadas pelo partido.

De olho nisso, dirigentes partidários estão “abraçando” a causa de mais mulheres na política. Ainda assim, o discurso parece não convencer, já que, mesmo com a lei dizendo que elas devem concorrer em pé de igualdade e com direito de 30% das vagas nas coligações, para a mulherada, é tudo historinha, que não convence.

“Chamam a gente, daí querem dar só o kit-miséria e depois a gente se queima. Só ver se nas cadeiras do legislativo tem mesmo 30% de mulheres. Querem a gente só para cumprir tabela”, diz uma pré-candidata, que já mandou avisar que está fora.

Na Lata: prefeitura instala quebra-molas e 'pais' surgem pelo Facebook

16 FEV 2018
Dr. Semana
11h25min

O prefeito Marquinhos Trad (PSD) disse outro dia, que o que mais recebe de pedidos é a instalação de quebra-molas, redutor de velocidade e os famosos 'pardais'. Tudo, em virtude ao abuso da velocidades dos condutores.

Pois bem, até aí, tudo certo! O problema é que após a instalação de quebra-molas, começam a aparecer pelas redes sociais os 'pais' da obra realizada. Na fila, entram vereadores e até deputados estaduais.

Um exemplo aconteceu outro dia, em que foi instalado pelo município, dois quebra-molas na Rua da Divisão, próximo ao condomínio Vilage Parati. Pelas redes sociais, o vereador João César Mattogrosso (PSDB) publicou em sua rede social que foi atendido pela prefeitura sob a demanda que recebeu da população.

Porém, no mesmo ponto, com direito a foto no local, aparece o deputado estadual Cabo Almi (PT), onde teria contribuído para que o pedido fosse atendido pela prefeitura.

Na Lata: flagrado estacionando ilegalmente, Puccinelli pede perdão pelo vacilo

14 FEV 2018
Liziane Berrocal
15h04min

Na Lata: flagrado estacionando ilegalmente, Puccinelli pede perdão pelo vacilo
Se o vacilo foi publicado, as desculpas também devem ser públicas.
O ex-governador André Puccinelli (MDB) enviou mensagem para a redação do TOPMIDIA pedindo desculpas por ter estacionado em local errado no velório do ex-governador Wilson Barbosa Martins.

"A emoção do momento tirou minha atenção e cometi essa falha, muito bem observada por atentos profissionais. Grato pelo alerta. Por meio de vocês faço públicas minhas desculpas. André Puccinelli".

Certo que o vacilo foi grande, mas vamos ver se a galera perdoa.

Perdoa?

Na Lata: na frente da polícia, Puccinelli estaciona carro em local proibido

14 FEV 2018
João das Neves
10h00min

O ex-governador de Mato Grosso do Sul André Puccinelli (PMDB) foi flagrado estacionando seu famoso Uno vermelho em local proibido nesta terça-feira (13).

Ao realizar baliza, Puccinelli parou o carro em frente à rampa de acesso a deficientes do Centro Cultural Rubens Gil de Camilo durante o velório do ex-governador Wilson Barbosa Martins. Também parou com duas rodas em cima da calçada. Uma viatura da Polícia Militar estava a poucos metros do veículo.


O Código de Trânsito Brasileiro não estabelece punição específica para essa infração. Determina genericamente que o estacionamento em desacordo com a sinalização é considerado infração leve, representando três pontos na carteira e multa de R$ 53,20.

Já estacionar sobre o passeio Constitui infração grave, com multa prevista de R$127 e perda de cinco pontos na carteira.

Na Lata: Desrespeito não tem classe social e motoristas abusam até em condomínio de luxo

13 FEV 2018
Rodson Willyams
12h48min

O prefeito Marquinhos Trad (PSD) revelou que tem recebido muitos pedidos de moradores para a instalação de quebra-molas, redutor de velocidade e pardais, em diversos bairros de Campo Grande. "Agora que a gente vê como o motorista é infrator", comenta.

Porém, um pedido chamou atenção do chefe do Executivo. "Recebi um pedido, pelo amor de Deus, coloca quebra-molas no Vila Damha". O motivo é por conta da alta velocidade que os moradores trafegam na avenida Marquês de Pombal.

"É tudo gente instruída e gente de nível, não deviam fazer isso", alfinetou.

Na Lata: Pesquisa não ganha eleição, mas infla ego de pré-candidatos em MS

12 FEV 2018
Rei Julien
10h36min

Apesar de todas as desconfianças que envolvem pesquisas eleitorais, com valores bem abaixo do mercado, só o fato de ver o nome “bem colocado”, já é motivo suficiente para que o ego seja maior que o bom senso.

Considerado o atual baluarte da moral e dos bons costumes, o juiz aposentado Odilon de Oliveira (PDT), pré-candidato ao governo do Estado, fez “textão” no Facebook reclamando de ataques (?) e, claro, ganhou o apoio maciço.

“Como já havia alertado, o fato de liderar as pesquisas de intenção de voto para governador em Mato Grosso do Sul passou a representar pesada ameaça contra eventuais concorrentes e quem desaprova meu perfil”, afirmou.

Questionado sobre saber ou não a quem interessa os números da pesquisa e se as desconfianças não chamavam a atenção – o mesmo instituto há poucos dias colocava outros candidatos à frente – ele então preferiu o silêncio.

Então tá!

Na Lata: ex-presidente da Assembleia, Jerson Domingos pode voltar ao jogo político

11 FEV 2018
Jesse James
09h00min

Ex-presidente da Assembleia Legislativa e atual conselheiro do Tribunal de Contas do Estado, Jerson Domingos pode deixar o cargo e voltar de vez ao jogo político. Apontado como um dos grandes articuladores de Mato Grosso do Sul, Domingos já até teria dado indicativos de que pode tentar até retomar o controle da ALMS. Tudo em prol de projeto de retomada do poder neste ano.

Agora, não é comum para ninguém abandonar um cargo como de conselheiro do TCE. Será que Jerson encara essa?

Na Lata: produtores rurais negam financiar campanha e frustram Bolsonaro

10 FEV 2018
João das Neves
10h00min

Uma dos motivos das agendas do pré-candidato a presidente da república pelo PSL, deputado federal Jair Bolsonaro (PSC), foi a articulação com grande produtores rurais e empresários do agronegócio para o financiamento da campanha a presidente.

Entretanto, a comitiva de Bolsonaro saiu frustrada. Os grandes detentores de terra da região não se interessaram em dar dinheiro para a campanha presidencial, nem para o partido no Estado poder ter estrutura para o palanque de Bolsonaro.

O evento do sindicato rural atraiu interessados em ouvir as propostas de Bolsonaro como a sua política armamentista, direito a propriedade e fim das demarcações de terras indígenas. Entretanto, desconversavam quando o assunto era doações eleitorais.