FAPEC
FAPEC - vestiular
(67) 99826-0686
Gov presente - transparencia
Na Lata - Conteúdo de alto Teor

Na Lata: Marun atacou Joesley Batista, mas recebeu dinheiro da JBS para campanha

O passado sempre volta a bater a porta e, dessa vez não demorou muito

29 NOV 2017
Celaena Sardothien
13h00min
Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasi

Relator da CPMI (Comissão Parlamentar Mista de Inquérito) da JBS, o deputado Carlos Marun (PMDB) não mediu palavras para atacar o empresário Joesley Batista em oitiva nesta terça-feira (28). Entre os desaforos, garantiu que o opositor era “um mafiosinho de terceira categoria, resolveu achar que era o Al Capone”.

Porém, o passado sempre volta a bater a porta e, dessa vez não demorou muito. Acontece que Marun declarou à Justiça Eleitoral ter recebido R$ 103 mil da JBS na campanha de 2014, quando concorreu para o cargo que hoje ocupa no Congresso Nacional.

A incoerência foi apontada pelo colunista Bernardo Mello Franco, da Folha de S. Paulo.

Veja também