Doe Sangue
(67) 99826-0686
Hepatite - Agosto

Na Lata: mistérios com advogado e nomes famosos rondam julgamento de assassino

15 AGO 2018
Ian Bergman
09h35min

Um guarda municipal com dinheiro para pagar um dos advogados mais caros de Campo Grande, se não o mais caro. Nomes que aparecem e desaparecem de processo judicial. Testemunhas não chamadas. Réus tirados de última hora do banco do julgamento.

Esses são apenas alguns dos mistérios que cercam o julgamento de José Moreira Freire, acusado de assassinar a tiros o delegado aposentado Paulo Magalhães.

Freire, com verba registrada que não chegava a 2 mil reais por mês, contratou para defesa Renê Siufi, advogado de nomes simples como de André Puccinelli. De onde vem o dinheiro, ninguém justifica.

O sumiço de nomes importantes e famosos do inquérito policial para o julgamento então, nem se fala...

No fim, julgamento só pra inglês ver.

Na Lata: crescimento do PTB e mudança na legislação ameaçam vaga de Elizeu

14 AGO 2018
Ian Bergman
16h00min

A vaga na Câmara Federal de Elizeu Dionizio (PSB) não está garantida, por mais que digam o contrário. O crescimento do PTB e a mudança na legislação eleitoral ameaçam a disputa do antes suplente na Câmara dos Deputados.

O nome que pode dar trabalho a Elizeu é de Victor Eugênio Filho, o Tatão, que conta com apoio do pré-candidato ao Senado Nelsinho Trad. A briga promete ser boa!

Pra quem não acompanha, a mudança na legislação eleitoral não obriga as coligações a fazerem o quociente eleitoral (soma de votos, dividido pelo número de vagas para deputado federal). Com isso, partidos e coligações que não conseguirem votos pelo quociente poderão ficar com as vagas da sobra, o que não acontecia antigamente, quando precisava conseguir, no mínimo, a média de votos.

Na Lata: Mochi é o candidato do MDB ao Governo de MS

14 AGO 2018
Ian Bergman
11h59min

Junior Mochi aceitou a missão e será anunciado como candidato do MDB ao Governo do Estado na tarde desta terça-feira (14). A informação foi confirmada ao TopMídiaNews por fontes ligadas ao partido.

Segundo elas, só ‘uma hecatombe’ faria o presidente da Assembleia Legislativa não ser candidato. Assim, acaba-se a história de trairagem dentro do partido.

Sérgio Harfouche, o vai e volta da política regional, deve ser candidato da coligação ao Senado, representando o PSC.

Na Lata: Odilon comemora desistência de Simone, mas não ganha apoio a mais

14 AGO 2018
Ian Bergman
10h53min

Odilon de Oliveira riu, comemorou e até adiou registro de candidatura. Tudo depois do anúncio da desistência de Simone Tebet em disputar o Governo de Mato Grosso do Sul pelo MDB. Mas nada ganhou com isso...

Mesmo adiando o registro de candidatura, a campanha do PDT pouco ou quase nenhum apoio recebeu a mais pós desistência da senadora. Parece que a comemoração não tinha motivo nenhum não.

Na Lata: com dinheiro para comprar Ferrari, Puccinelli ostentava Fiat que ganhou de presente

14 AGO 2018
Gregório de Matos
08h20min

Leitores têm ficado digamos boquiabertos com tanto dinheiro que Puccinelli estocava em seu luxuoso apartamento na Euclides da Cunha. Era dinheiro dentro de mala, caixa de papelão e até em isopores. Eram pilhas e pilhas de notas nobres de dinheiro. Já pensou em guardar 100 mil notas de R$ 100? Pois é, e ele desfilava pelas ruas da cidade com um Fiat, carro popular, veículo que pode ser comprado por trabalhador de médio salário.

Poucos sabem na cidade que o Fiat não foi comprado com o dinheiro de Puccinelli. Um dia numa conversa com jornalista ele revelou que “servidores amigos” fizeram uma vaquinha e deram a ele o carro. Então, fica assim: dinheiro, que poderia comprar Ferrari estocado e um Fiat de presente.

Na Lata: a decisão do MDB no colo de Junior Mochi e risco de traição

13 AGO 2018
Ian Bergman
16h00min

Presidente da Assembleia Legislativa, Junior Mochi, tem uma escolha de Sofia a fazer. Sair ou não candidato ao Governo do Estado para ‘manter o nome’ do MDB?

Em uma candidatura kamikaze, o ônus seria perder o cargo de deputado estadual e presidente da ALMS. E o bônus? Uns tapinhas nas costas...

Isso ainda com o risco de ser chamado de traidor caso não saia candidato. Mas que enrascada daquelas hein!

Na Lata: show promete rodízio de massas e entrega só macarrão

13 AGO 2018
Leah Iorc
14h30min

Quem deixou de jantar para se deliciar nos seis tipos de massa oferecidos no show da cantora Ana Carolina, no último sábado (11), no clube Estoril, em Campo Grande, se deu mal. Aliás, se deu mal apenas aqueles que não gostam de macarrão, já que os seis pratos surpresas eram todos macarrão com acompanhamento e um nome bonito para deixar tudo chique.

O ingresso vendido por um valor mais alto em uma mesa de oito lugares, que deixa brilhando os olhos dos fãs de carteirinha da cantora, já que oferece uma proximidade maior com a artista, deixou muita gente irritada. Os portões foram abertos às 21 horas, mas a comida só chegou nas mesas depois das 22h30.

Os garçons começaram a circular com aquela fala bonita, fuzilli ao molho sugo e sabe o que é? Nada mais, nada menos do que macarrão parafuso com massa de tomate. Em seguida, chegou a hora de saborear Penne a bolonhesa, que nada mais é do que macarrão penne com carne moída. Mas não para por aí, veio ainda o Penne a parisiense, macarrão penne com ervilhas e presunto. Que show heim...

Na Lata: militância mantém esperança de André governador, mas vai cair do cavalo

13 AGO 2018
Ian Bergman
10h15min

Pela Lei, ainda há esperanças. Pelos militantes, há quase uma certeza. Na prática, André Puccinelli tem chance quase zero de ainda sair como candidato ao Governo de Mato Grosso do Sul.

Juridicamente, André não foi condenado em segunda instância e pode ser candidato. Esse é o ‘detalhe’ que alimenta grande parte da militância. Eles ainda acreditam que o ex-governador vai conseguir habeas corpus, sair da cadeia, ser candidato e ganhar.

Porém, conforme fontes ouvidas pelo NA LATA, mesmo se ficar livre, é pouco provável que Pucci seja candidato. Ele, neste caso, deve focar mesmo na família.

É bom os emedebistas irem procurar outro candidato em quem votar...

Na Lata: procurador ‘contra corrupção’ vira candidato de Puccinelli

13 AGO 2018
Ian Bergman
07h56min

Procurador licenciado, Sérgio Harfouche teve semanas tumultuadas. De pré-candidato ao Senado pelo PSC, acabou pré-candidato ao Governo, depois vice, e agora indicado ao Governo novamente. Uma roleta russa que mostrou que o discurso ficou naquilo mesmo: o discurso.

Defendendo o combate a corrupção e, principalmente, os ditos valores da família brasileira, Harfouche entrou na pré-eleição 2018 como um ‘nome novo’ e de ‘ficha limpa’. Anunciou dentro da própria casa o desejo de concorrer ao Governo em 2018 pelo PSC. Em uma reviravolta inesperada, acabou indicado como vice de Simone Tebet, após a prisão de André Puccinelli.

Agora, Simone desiste (leia mais aqui), e Harfouche pode virar oficialmente o candidato da chapa do partido de André Puccinelli ao Governo do Estado. Que semanas hein procurador! Assim a população pode ver em que lado o senhor realmente está...

Na Lata: em Campo Grande, procurador da Lava Jato ‘acaba’ com partido de Bernal

12 AGO 2018
Amanda Seyfried
08h23min

Em Campo Grande, o procurador da República e coordenador da Força-Tarefa do caso Lava Jato, Deltan Dallagnol, não poupou críticas ao partido do ex-prefeito Alcides Bernal, que foi vice-presidente nacional do PP.

"A Lava Jato acusou o Partido Progressista de receber mais verba de propina em 10 anos do que do fundo partidário, isso só em relação a contratos com a Petrobras, sem contar o que o partido pode ter recebido de propina com outros órgãos públicos. Isso desequilibra o jogo democrático a favor de quem? De quem pratica crimes e corrupção, e acaba se retroalimentando. Melhor forma de romper isso é o voto", declarou.

Chute no estômago!