(67) 99826-0686
Mosquito zero - fev 2018

Na Lata: Pesquisa não ganha eleição, mas infla ego de pré-candidatos em MS

12 FEV 2018
Rei Julien
10h36min

Apesar de todas as desconfianças que envolvem pesquisas eleitorais, com valores bem abaixo do mercado, só o fato de ver o nome “bem colocado”, já é motivo suficiente para que o ego seja maior que o bom senso.

Considerado o atual baluarte da moral e dos bons costumes, o juiz aposentado Odilon de Oliveira (PDT), pré-candidato ao governo do Estado, fez “textão” no Facebook reclamando de ataques (?) e, claro, ganhou o apoio maciço.

“Como já havia alertado, o fato de liderar as pesquisas de intenção de voto para governador em Mato Grosso do Sul passou a representar pesada ameaça contra eventuais concorrentes e quem desaprova meu perfil”, afirmou.

Questionado sobre saber ou não a quem interessa os números da pesquisa e se as desconfianças não chamavam a atenção – o mesmo instituto há poucos dias colocava outros candidatos à frente – ele então preferiu o silêncio.

Então tá!

Na Lata: ex-presidente da Assembleia, Jerson Domingos pode voltar ao jogo político

11 FEV 2018
Jesse James
09h00min

Ex-presidente da Assembleia Legislativa e atual conselheiro do Tribunal de Contas do Estado, Jerson Domingos pode deixar o cargo e voltar de vez ao jogo político. Apontado como um dos grandes articuladores de Mato Grosso do Sul, Domingos já até teria dado indicativos de que pode tentar até retomar o controle da ALMS. Tudo em prol de projeto de retomada do poder neste ano.

Agora, não é comum para ninguém abandonar um cargo como de conselheiro do TCE. Será que Jerson encara essa?

Na Lata: produtores rurais negam financiar campanha e frustram Bolsonaro

10 FEV 2018
João das Neves
10h00min

Uma dos motivos das agendas do pré-candidato a presidente da república pelo PSL, deputado federal Jair Bolsonaro (PSC), foi a articulação com grande produtores rurais e empresários do agronegócio para o financiamento da campanha a presidente.

Entretanto, a comitiva de Bolsonaro saiu frustrada. Os grandes detentores de terra da região não se interessaram em dar dinheiro para a campanha presidencial, nem para o partido no Estado poder ter estrutura para o palanque de Bolsonaro.

O evento do sindicato rural atraiu interessados em ouvir as propostas de Bolsonaro como a sua política armamentista, direito a propriedade e fim das demarcações de terras indígenas. Entretanto, desconversavam quando o assunto era doações eleitorais.

Na Lata: servidor tem que empurrar carro oficial no Parque dos Poderes

9 FEV 2018
Lady Maccon
10h00min

Uma cena inusitada chamou a atenção no Parque dos Poderes. Para saírem para pauta, repórteres da estatal Fertel, responsável pela rádio e televisão do Estado, tiveram que empurrar o carro para que fosse dada a partida.

O fato gerou piadinhas e a brincadeira é que o carro estava com problemas de bateria e na manutenção geral. O repórter desceu do carro e deu aquele empurrãozinho até o veículo finalmente pegar. Apesar da piada, o caso gerou revolta entre os servidores.

Na Lata: Puccinelli entrega 'chapa dos sonhos' e o TOP pergunta 'qual é a música'?

8 FEV 2018
Liziane Berrocal
14h00min

Em entrevista a rádio CBN Campo Grande o ex-governador André Puccinelli – não se sabe se de provocação ou brincadeira, acabou confessando qual seria sua “chapa dos sonhos”. Ele que é pré-candidato ao Governo do Estado para as eleições deste ano não se fez de rogado e mandou na lata:

“André Governador, Odilon de Oliveira como vice e Reinaldo Azambuja Senador, seria a chapa perfeita”, colocando seus dois principais adversários como coadjuvantes em sua chapa.

E aí, qual é a música?

Na Lata: Secretária justifica menor contratação de professores e leva ensaboada de diretores

8 FEV 2018
Alexia Tarabotti
10h20min

A secretária estadual de Educação, Maria Cecília Amêndola, levou uma ‘ensaboada’ de diretores escolares, nesta quarta-feira (7), ao tentar justificar a redução de investimentos na contratação de professores, especialmente os convocados.

Publicando um estudo do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia Estatística), ela destacou suposta redução de alunos em todo o país, enfatizando que a consequência seria a diminuição no número de professores temporários.

Os diretores ficaram indignados porque os dados estatísticos não batem com a realidade em Mato Grosso do Sul. Em época de matrícula de alunos, vários destacaram a dificuldade que enfrentam por ter que recusar estudantes por falta de vagas.

Foram várias as reclamações, de representantes de diversos bairros. Uma diretora, inclusive, tentou levar a situação com bom humor e disparou: ‘diretora da escola [...] ameaçada de morte por recusar alunos”.

Na Lata: presidente de Feira acha que manda mais que prefeito e proíbe fechamento de rua no Carnaval

7 FEV 2018
João das Neves
13h30min

Questões envolvendo a segurança do carnaval popular de Campo Grande estão preocupando órgãos municipais. A Agetran e a Guarda Municipal determinaram o fechamento da Rua 14 de julho na região onde acontece o desfile dos blocos e festividades de carnaval. Entretanto, a presidente da AFECETUR (Associação da Feira Central e Turística de Campo Grande), Alvira Appel Soares de Melo, brigou com o prefeito de Campo Grande, Marquinhos Trad (PSD), para que não ocorresse o fechamento da 14 de Julho para não atrapalhar o movimento da feira.

Diante disso, a prefeitura proibiu que a Agetran fechasse a rua. O fato criou grande preocupação diante da administração municipal, Guarda Municipal e organizadores dos blocos, uma vez que a folia campo-grandense tem reunido milhares de pessoas na região da Esplanada Ferroviária e o não fechamento da rua gera grande risco a população, podendo causar graves incidentes.

A Guarda Municipal enviou recado ao prefeito de que caso a 14 de Julho não seja fechada durante o Carnaval, não se responsabilizará pela segurança dos foliões da Capital.

Na Lata: Processo tramita em segredo de Justiça, mas MPE revelou audiência de Siufi

7 FEV 2018
Alexia Tarabotti
11h02min

Além das ‘armas legais’ usadas dentro do processo para garantir que a denúncia da Coffee Break seja aceita, o MPE (Ministério Público Estadual) também está fazendo o possível para ganhar o apoio da população para pressionar o Poder Judiciário. Prova disso foi a divulgação da sessão que analisaria se o TJ/MS (Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul) aceitaria ou não a investigação do deputado estadual Paulo Siufi (MDB).

O processo tramita em sigilo, como bem ressalta a assessoria do TJ/MS. Isso, no entanto, não impediu o MPE de divulgar que o processo estava para ser analisado pelo órgão colegiado. A ampla divulgação da audiência provocou uma reação e, ontem mesmo, o Tribunal divulgou que a sessão havia sido adiada. A pedido da defesa, claro....

Na Lata: enquanto mãe chora morte do filho, proteção a agente assassino continua no TJ

6 FEV 2018
Alexia Tarabotti
10h23min

Joseilton de Souza Cardoso. Somente para conseguir esse nome, a imprensa cortou um dobrado para atravessar a blindagem concedida pela polícia a agente penitenciário que matou pedreiro com um tiro no peito durante show do cantor Henrique e Juliano, realizado no estacionamento do shopping Bosque dos Ipês.

Ontem (5), aconteceu a primeira audiência do caso. Uma mãe chorando. Diversos advogados. Um suspeito transitando e tentando esconder o rosto para despistar a imprensa. Mais uma vez permaneceu a blindagem ao assassino, que conseguir sair livre das câmeras fotográficas por decisão do Tribunal de Justiça. A regra foi clara: sem fotos da audiência, sem fotos na saída. E os dois pesos e duas medidas permanecem no caso.

Na Lata: Puccinelli desdenha de tabu da prisão e mostra pernas: ‘pode ver, sem tornozeleira’

5 FEV 2018
Lady Maccon e Rei Julien
10h47min

O jeito que o ex-governador André Puccinelli (MDB) tem lidado com a prisão no âmbito da Lama Asfáltica impressiona quem encontra com o italiano nas ‘andanças’ pelo interior de Mato Grosso do Sul.

Além de falar abertamente sobre a noite que passou em uma cela, Puccinelli levanta a barra da calça para os incrédulos e dispara: ‘pode ver, sem tornozeleira, põe a mão’.

Questionado sobre o assunto diversas vezes, o ex-governador afirma ser vítima de perseguição. Ele ressalta que o desembargador que analisou o caso também considerou a prisão arbitrária, já que ainda não havia denúncia contra ele, e garantiu: vai provar a inocência!