re9
lalu kids
(67) 99826-0686

Aumenta o número de roubos em 2016 e principal alvo são os celulares

O número passou de 5.802 para 6.543, ou seja, 12% a mais em relação ao mesmo período do ano passado

26 NOV 2016
Anna Gomes
13h00min

Não é muito difícil encontrar alguém que já foi ou que conhece uma pessoa que já foi vítima de roubo. Segundo o levantamento da Secretaria de Segurança Pública de Mato Grosso do Sul (Sejusp) o número deste crime aumentou em Campo Grande. O número passou de 5.802 para 6.543, ou seja, 12% a mais em relação ao mesmo período do ano passado.

Ainda conforme a estatística da Sejusp, no interior de Mato Grosso do Sul também é possível perceber um aumento nos roubos, porém, a diferença ainda é bem menor do que na Capital. De janeiro a novembro de 2015 foram registrados 3.277 casos de roubo, já no mesmo período deste ano foram contabilizados 3.361, ou seja, 84 a mais.

Os furtos também teve um aumento, só que o crime aumentou no interior. Ano passado de janeiro a novembro, foram contabilizados 14.701 na Capital e 18.548 somando o restante das outras cidades de MS. Em 2016 os números somam 13.411 em Campo Grande e 19.396 no interior.

Todo mundo já sofreu ou conhece alguém que foi vítima de roubo. Conforme o delegado Carlos Delano da Derf (Delegacia Especializada de Roubos e Furtos), o número envolvendo roubos e furtos de aparelhos celulares disparou nos últimos anos.

Um dos objetos que tem um comércio considerado rápido, são os celulares, os aparelhos que a cada dia estão mais modernos e caros, acabam virando ‘isca’ fácil para os criminosos. Com a intenção de prevenir a integridade física das pessoas, os policiais fazem um alerta para a população ficar atenta ao caminhar, ao aguardar nos pontos de ônibus coletivos.

“Sabemos que a culpa não é da vítima, mas alertamos para ficarem atentas e menos distraídas enquanto usam o aparelho”, destacou o delegado.

Veja também