FAPEC
FAPEC - vestiular
(67) 99826-0686
Gov presente - transparencia

Cinco homens são presos suspeitos de planejarem morte de agente penitenciário

Eles seriam integrantes de uma facção criminosa e a morte do agente aconteceria na manhã de hoje

6 DEZ 2017
Anna Gomes
11h28min
Foto: Sidnei Bronka

Cinco homens que supostamente seriam integrantes de uma facção criminosa, foram presos suspeitos de armarem a morte de um agente penitenciário de Dourados, município distante aproximadamente 220 quilômetros de Campo Grande. A prisão aconteceu na madrugada desta quarta-feira (6) e o assassinato estaria previsto para acontecer nesta manhã.

Segundo o site 94FM, os suspeitos foram identificados como Eliton Vicentin Gomes, de 34 anos, Heliton Josué Lara Souza, de 32 anos, Railton Mendes da Silva, de 19 anos, Elton Martins, de 35 anos,  e Wanderson Douglas dos Santos, de 19 anos.

O delegado Matheus Zampieri disse que os suspeitos estavam sendo monitorados há alguns dias e, no início da madrugada de hoje, antes da ação deles, já que se reuniram ontem à noite para acertar os detalhes da execução do agente penitenciário, a polícia realizou a prisão dos criminosos que estavam em uma quitinete.

Todos os envolvidos possuem passagens pela polícia. Eliton, morador em Dourados tem por assalto, Heliton morador no Rio Grande do Sul por tráfico de drogas, Railton, também morador em Dourados, já foi preso por tráfico de armas e drogas, inclusive, há cinco dias saiu da cadeia, e Wanderson, que mora em Alagoas, tem passagens de tráfico de drogas.

A polícia apreendeu com eles uma espingarda calibre 12, com 22 munições, um revólver calibre 38 e um revólver calibre 357, além de dois cadernos com anotações da contabilidade dos crimes, com o nome de várias pessoas.  A polícia não descarta a possibilidade desses cinco terem matado algumas pessoas nos últimos dias na cidade, porém, o fato ainda está sendo investigado.

Ainda conforme o delegado, os criminosos seriam responsáveis por matar pessoas que teriam algo contra a facção criminosa. Os suspeitos foram encaminhados para o 1º Distrito Policial e autuados pelo crime de associação criminosa, porte e uso de arma restrita.

Veja também