(67) 99826-0686

Em menos de 24 horas, Denar prende sete pessoas por tráfico de drogas na Capital

Polícia chegou até aos traficantes por meio de denúncias anônimas

2 SET 2016
Kerolyn Araújo
16h22min
Foto: Kerolyn Araújo

A Delegacia Especializada em Repressão ao Narcotráfico (Denar), prendeu sete pessoas em menos de 24 horas pelo crime de tráfico de drogas. Entre os presos está uma mulher de 25 anos, grávida de cinco meses.

De acordo com informações dos delegados Rodrigo Yassaka e João Paulo Sartori, a primeira prisão ocorreu ontem (01), nos bairros São Jorge da Lagoa e Ouro Verde. Na ocasião foram presos Wellington de Souza Antônio, 23 anos, Keila de Oliveira Ramos, 25 anos, e Luana Cristina da Costa Reis, 19 anos. 

"Recebemos a denúncia de que um adolescente estaria vendendo drogas em um campo de futebol no bairro São Jorge da Lagoa. Fizemos o monitoramento do local e vimos que ele foi até a casa de Wellington, no bairro Ouro Verde, de onde saiu com um tablete de maconha. Quando retornou para a casa no São Jorge da Lagoa, o menor foi apreendido", explicou Yassaka.

Ainda segundo informações do delegado, na casa do adolescente, localizada na rua Porto dos Gaúchos, foram encontrados um tablete de maconha e porções da mesma droga. Luana, prima do adolescente e ex-mulher de Wellington, estava na residência e foi presa.

Os policiais foram até a casa de Wellington, onde encontraram 113 quilos de maconha dentro de uma máquina de levar roupas. O traficante e Keila, que também estava no local, foram presos.

Segundo caso

Judson Cleiton de Lara, 36 anos, e  Rosemeri de Oliveira Barros, 30 anos, foram presos na manhã desta sexta-feira (02), no bairro Santa Emília. "Recebemos a informação de que na casa do casal funcionava um ponto de distribuição de drogas. Fizemos o monitoramento e, na manhã de hoje, eles foram presos. Encontramos 10 quilos de maconha enterrados próximo ao portão do imóvel", contou João Paulo Sartori.

Terceiro caso

O casal Maurício Florêncio Rodrigues, 31 anos, e Juliana Matos da Silva, 24 anos, foram presos também na manhã de hoje em cumprimento de mandado de prisão por tráfico de drogas.

A prisão ocorreu no Jardim Panorama. Maurício de Juliana já haviam sido presos em 2011 e 2012 pelo mesmo crime.

A polícia ressalta a importância das denúncias para auxiliar nas investigações. "Ela pode ser feita anonimamente pelo telefone (67) 3345-0000. Também aceitamos chamadas a cobrar. A denúncia é uma peça muito importante no trabalho da polícia", finalizou Sartori. 

Veja também