Sicredi
ASSBMS
(67) 99826-0686

Empresário ligado ao PCC vai preso por suspeita de lavagem de dinheiro

Investigadores encontraram diversos documentos na residência do empresário que comprovariam a ligação com o grupo criminoso

6 JAN 2017
Diana Christie
11h46min
Foto: Porã News

O empresário Hugo Rene Ayala Henry Bastos, 53 anos, foi preso pelos agentes da Narcóticos da Policia Nacional do Paraguai, na cidade de Assunção, por suspeita de participar do crime organizado como ‘testa de ferro’ do PCC (Primeiro Comando da Capital).

Segundo o site Porã News, os investigadores encontraram diversos documentos na residência do empresário que comprovariam a ligação com o grupo criminoso. Ele seria o proprietário de uma empresa fantasma chamada ISS Internacional S.A e da NOTLE S.A, usada para lavagem de dinheiro proveniente do narcotráfico e trafico de armas.

Os recursos arrecadados pela empresa seriam utilizados por integrantes do PCC na compra de veículos e motocicletas de luxo, assim como residências e comércios em várias cidades no Paraguai e na fronteira, do lado brasileiro.

Ainda conforme o site, a estrutura montada pelo PCC foi descoberta após uma operação antidrogas no país vizinho e ficou comprovada com a apreensão de documentos na casa de Hugo na última quarta-feira (4).

De acordo com a promotora de justiça Elva Cáceres, fotocópias de alguns documentos de importantes líderes do PCC devem ajudar na identificação de várias empresas e sócios do crime organizado, sendo alguns procurados pela Justiça brasileira.

Veja também