festival de reggae
erro medico
(67) 99826-0686

MS registra 2 feminicídios e 23 casos de violência doméstica neste fim de semana

Somente em Campo Grande, a polícia atendeu 12 ocorrências de violência contra a mulher

17 JUL 2017
Anna Gomes
11h00min
Mulher morta em Ponta Porã. Foto: Porã News

O domingo e o começo desta segunda-feira (17) foram violentos contra as mulheres em Mato Grosso do Sul. Em apenas algumas horas, dois feminicídios foram registrados no Estado. Desde a última sexta-feira (14), até hoje, a Sejusp (Secretaria do Estado e Justiça) aponta 23 casos de violência doméstica.

O primeiro caso de morte aconteceu no final da tarde deste domingo, quando Rosimere Kremer, de 45 anos, foi assassinada a tiros pelo ex-companheiro, Nilson Rodrigues Gama, que não aceitou o fim do relacionamento e se achou no direito de executar a vítima com quatro tiros. O crime aconteceu em um loteamento, na zona rural de Pedro Gomes, município distante aproximadamente 300 quilômetros de Campo Grande.

Rosimere, de acordo com o site Edição de Notícias, teria passado o dia com familiares e amigos. Nilson foi até a casa da vítima e efetuou os tiros, sendo que um atingiu o rosto e três vezes nas costas da mulher. O motivo do assassinato seria ciúmes, já que o casal estava separado há aproximadamente três meses e Gama não aceitava a separação.

Ainda segundo o site local, o assassino ainda teria tentado matar o filho de Rosimere, porém a arma falhou. Após o crime, Gama fugiu. As Polícias Civil e Militar estiveram no local.

Outra mulher morta

Poucas horas depois, Letícia Raquel Romeiro, de 40 anos, foi executada com cerca de 17 disparos de pistola 9mm. O assassinato aconteceu na madrugada desta segunda-feira (17), na Rua Antônio João, no centro de Ponta Porã, município distante aproximadamente 250 quilômetros de Campo Grande.

Segundo o site  Porã News, a vítima foi atingida quando chegava em uma conveniência a bordo de seu veículo, um Toyota Corolla de cor branca. A mulher foi alcançada por dois pistoleiros que estavam em uma motocicleta.

                                                                              

Ainda conforme o site local, os assassinos realizaram vários disparos contra a vítima que foi atingida, a princípio, por 17 tiros. O violento feminicídio chocou os moradores da fronteira.

Tentativa de feminicídio

Também em Ponta Porã, a jovem Ana Claudia Marques, de 22 anos, foi baleada durante uma festa, na madrugada de domingo, por um homem identificado como Caceres Falcão, também de 22 anos.

Caceres teria colocado um som muito alto, o que incomodou os convidados da confraternização. Ana, que seria a proprietária da residência, pediu para o suspeito abaixar o volume da música.

                                                                           

                                                                        (Caceres foi preso em flagrante. Foto: Porã News)

O homem ficou revoltado com o pedido e, com um revólver calibre 38, ameaçou todas as pessoas que estavam na festa realizando disparos para o alto. Em seguida, atirou na vítima que foi atingida na região dos olhos. A mulher foi socorrida por amigos e levada para um hospital da cidade.

Agentes do SIG (Setor de Investigação geral) foram alertados sobre o caso e conseguiram prender Caceres em flagrante, quando estava se preparando para fugir.

Violência doméstica

De acordo com o site da Sejusp, em apenas um fim de semana, foram registrados 23 casos de violência doméstica em todo Estado, sendo 12 deles em Campo Grande.

Veja também