(67) 99826-0686
PMCG Novembro

Homem é condenado a 28 anos por matar criança de 2

Autor torturou e assassinou o filho da companheira, de 2 anos

9 NOV 2018
Da redação / Destak SP
13h00min
Foto: Reprodução / Destak SP

O Tribunal de Júri de São Paulo condenou, na quinta-feira (8), Marcelo Henrique Castilho Vitorino, pela tortura e assassinato de uma criança de 2 anos, em 2016, na cidade de Andradina-SP. A criança era filha de sua então companheira. A sentença foi de 28 anos, 10 meses e 16 dias, sendo 21 anos pelo homicídio e sete anos, dez meses e 16 dias pela tortura.

O relacionamento do réu com a mãe da criança começou em 2016, período em que a vítima começou a apresentar hematomas pelo corpo. Ele alegava que ela havia caído e se machucado sozinha. Porém, em 14 de novembro daquele ano, um dia depois do fim do relacionamento, Vitorino agrediu a criança com um forte golpe na região abdominal.

Ele acordou a companheira, dizendo que a vítima havia caído do sofá e não estava bem. O bebê, que chegou morto ao hospital, apresentava diversas lesões pelo corpo e alguns hematomas antigos e outros recentes.

O médico legista do Instituto de Criminalística do Estado atestou como causa da morte "anemia aguda devido rotura hepática do hilo renal direito por ação de instrumento contundente (forte ação contundente)". Os familiares da vítima já desconfiavam que a criança vinha sendo agredida, mas não houve tempo hábil para impedir o homicídio.

A defesa vai recorrer da sentença.

Veja também