TJMS CIJUS
vivi
(67) 99826-0686

Homem executado e esquartejado foi morto por ser 'talarico', explica delegado

Vítima teria um relacionamento com a mulher de um preso

16 FEV 2017
Anna Gomes
10h48min
Foto: Kerolyn Araújo

Foi identificado como Richard Alexander Lianho, de 25 anos, o homem que foi encontrado morto na tarde de ontem (15), na região da cachoeira do Céuzinho, na saída para Rochedo, em Campo Grande. Três suspeitos do crime, entre eles dois adolescentes, já foram identificados e estão detidos. O motivo do crime seria um suposto envolvimento da vítima com a mulher de um preso.

A execução foi filmada pelos criminosos que, após atingirem a vítima com quatro tiros, ainda tentaram esquartejar o corpo de Richard. Segundo o delegado Bruno Urban, da Deaij (Delegacia Especializada de Atendimento à Infância e Juventude), um dos autores possui 17 anos, outro completou 18 um dia após o crime e o maior tem 22 anos.

Durante o depoimento, os suspeitos relataram que Richard teve um suposto relacionamento com a mulher de um presidiário, então eles resolveram 'comprar a briga' do detento e executaram Lianho por ele ser 'talarico' (amante).

Passagens criminais

A vítima já possuía uma vasta fixa criminal. Richard já respondeu pelos crimes de furto, lesão corporal e até estupro. O menor de 17 e o suspeito de 22 anos não tinham passagens pela polícia. Em compensação, o rapaz que teria completado 18 anos já teria três homicídios cometidos no Estado de São Paulo, sem contar o de Richard.

(Delegado Bruno Urban, da Deaij. Foto: André de Abreu)

Crime brutal

Conforme o delegado, após os tiros, eles também tentaram esquartejar o homem, mas a faca estava 'cega'. "Eles arrancaram os braços, tentaram tirar a cabeça da vítima", ressaltou.

O trio foi preso ontem, o menor e o jovem de 18 anos foram apreendidos no bairro Zé Pereira, e o de 24 anos no Santo Amaro, na Capital. Eles são suspeitos de participarem de um roubo na cidade de Três Lagoas, município distante aproximadamente 310 quilômetros de Campo Grande.

Os envolvidos vão responder por homicídio, sequestro, porte ilegal de arma de fogo, ocultação de cadáver e o maior por corrupção de menores. As armas usadas no crime, incluindo a faca foram apreendidas.

O delegado explica que os suspeitos falaram que eles armaram uma emboscada para a vítima. Richard seria 'talarico', mas o fato de os supostos autores estarem envolvidos em uma guerra de facções ainda será investigado pela polícia.

Veja também