(67) 99826-0686
PMCG IPTU 2019

Bandido que trocou tiros com a polícia em Campo Grande morre em UPA

Autor realizou disparos de arma de fogo contra policiais; ele foi socorrido, mas morreu na UPA Cel Antonino

6 DEZ 2018
Rodson Willyams
08h45min
Foto: Reprodução / Divulgação

O homem que trocou tiros com a equipe do Batalhão de Choque, no fim da tarde desta quarta-feira (5), em Campo Grande, morreu ao dar entrada na UPA Coronel Antonino. Ele é suspeito de roubar uma residência no dia 29 de novembro. A vítima reconheceu o autor e perseguiu a dupla.

Segundo o registro policial, o Batalhão de Choque foi acionado para dar apoio à polícia quando encontrou um homem que estaria fugido nas imediações da Rua Tenesse, na região do bairro Jardim Presidente. Um comparsa, menor de 17 anos, já tinha sido capturado pela polícia.

Durante buscas pela região, o homem foi encontrado. No momento em que os policiais anunciaram a abordagem, o homem teria efetuado disparos de arma de fogo contra a equipe policial. Imediatamente, os policiais reagiram e houve troca de tiros. O autor dos disparos acabou atingido.

O homem foi encaminhado para a UPA Coronel Antonino, mas chegou ao local já sem vida, sendo constatado o óbito pela equipe da unidade médica. A vítima, identificada como Marcos Roberto, compareceu até a unidade e reconheceu o homem como um dos autores.

A vítima ainda relatou que o homem seria um dos autores que roubaram a sua residência na data de 29 de novembro deste ano. O homem estaria usando um dos produtos roubados, um tênis Nike. A vítima disse à polícia que também tentou acompanhar os autores do roubo, mas que eles abriram fogo e que acabaram atingindo o seu veículo HB-20.


Arma utilizada. Foto: Divulgação.

Menor de idade

Na delegacia, Marcos Roberto reconheceu aos autores quando viu que o homem que morreu usava o tênis roubado. A vítima disse que iniciou o acompanhamento da dupla, incluindo um menor de 17 anos. Marcos afirmou que assim que a dupla percebeu que estava sendo seguida, o homem que usava o tênis abriu fogo e realizou quatro disparos de arma de fogo contra o veículo da vítima. Os tiros atingiram o para-lama dianteiro e a lanterna traseira. O mesmo já estava no atendimento via 190.

O adolescente disse aos policiais que estava acompanhando o amigo, identificado como Marlon. Que ambos estava dando uma volta pela região e negou qualquer participação no roubo. O rapaz ainda afirmou que quem teria efetuado o roubo na residência da vítima teria sido Marlon (morto durante o confronto ontem) e um outro indivíduo conhecido como Gael. O caso será investigado.

Veja também