re9
lalu kids
(67) 99826-0686

Jovem que morreu ao colidir em ônibus havia acabado de ganhar moto e não tinha CNH

O rapaz não respeitou a sinalização e colidiu em um ônibus coletivo no centro da Capital

24 NOV 2016
Anna Gomes
13h10min
Foto: Reprodução Facebook

O motociclista Júlio César Ângelo, de 21 anos, que morreu na manhã desta quinta-feira (24) em um acidente de trânsito não possuía CNH (Carteira Nacional de Habilitação) e havia ganhado o veículo de seu pai há pouco tempo. O jovem morreu após não respeitar a sinalização e colidir em um ônibus coletivo, no cruzamento da Rua 26 de Agosto, com a Avenida Calógeras, no centro de Campo Grande.

De acordo com a Polícia Militar, Júlio estava trafegando em uma Honda Titan CG, de cor vermelha, pela Calógeras e o ônibus coletivo que fazia a linha Oliveira/ União estava pela 26 de Agosto.

Júlio levava um homem como passageiro na motocicleta. Ele não se feriu e fugiu logo após o acidente. No ônibus havia cerca de oito passageiros, nenhum teve ferimentos.

O motorista do ônibus, muito abalado, preferiu não conversar com a imprensa, mas também não ficou ferido. Júlio teve a cabeça atingida e morreu no local do acidente. O óbito foi constatado pelo Corpo de Bombeiros.

A perícia esteve no local e o cruzamento ficou interditado, mas já está liberado. O caso foi registrado como acidente de trânsito com vítima fatal provocado pela própria vítima, na Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) do Centro, onde o delegado pediu o teste de alcoolemia para saber se o rapaz teria feito o consumo de bebidas alcoólicas.

Veja também