vestibular fapec ufms
Assembleia a  04 a 18/12
(67) 99826-0686
Word Wine - almoco japones

Justiça improvisa sala de audiência em hospital e ouve réu que escondeu corpo da ex em sofá

Medida foi inédita e impediu que o processo demorasse mais tempo

7 DEZ 2017
Thiago de Souza
16h21min
Magistrado ouviu réu dentro da Santa Casa da Capital

Eduardo Dias Campos Neto foi ouvido pela Justiça, na tarde dessa quarta-feira (6), nas dependências da Santa Casa de Campo Grande. Como o réu por executar a mulher trata de um câncer e não pode sair, foi preciso improvisar uma sala de audiência para ouvi-lo.

A audiência foi inédita e presidida pelo juiz Aloísio Pereira dos Santos, da 2ª Vara do Tribunal do Júri. Com a aceitação da acusação e defesa, as autoridades e assessores realizaram a oitiva na sala da diretoria-técnica e administrativa no piso térreo da hospital.

Essa é a última fase da instrução do processo. Antes, no Fórum de Campo Grande, quatro testemunhas de defesa foram ouvidas.

Para a Justiça de MS, o bom exemplo do magistrado garante o direito do acusado que, embora internado, responde ao processo preso, com escolta policial 24 horas.

''O fato de ser réu preso determina uma prestação jurisdicional mais célere e, como ele se encontra internado, impossibilitado de comparecer até a audiência, decidi fazer o deslocamento, cumprindo assim o rito normal de processamento da ação que está previsto em lei”, explicou Pereira.

Eduardo Dias Campos Neto é réu por ter assassinado a então companheira, Aparecida Anuanny Martins de Oliveira, em 2007. Conforme a acusação, Neto sentia cíumes extremo dela e a tinha como sua posse, limitando suas vontades e liberdades.

Diante da agressividade, a jovem se separou dele. Dois meses depois, Eduardo pediu que sua ex fosse a casa dele para buscar o filho em comum. No entanto, ela desapareceu e ele fugiu.

Três dias depois, a mãe do réu encontrou o cadáver de Aparecida escondido no sofá. Ele fugiu para o Paraguai, onde ficou dez anos escondido. Lá, ele diz que trabalhava em uma fazenda no interior,  e chegou a formar nova família, sendo pai de uma menina.

Veja também