(67) 99826-0686

Mulheres denunciam que anúncio de modelo é 'isca' pra estupro em MS

Dono da empresa usada no anúncio registrou b.o. pelo uso ilegal do nome da produtora

10 NOV 2017
Liziane Berrocal
15h57min
Foto: Reprodução/Facebook

Mulheres denunciaram nas redes sociais nesta sexta-feira que um jovem com nome de Victor Hugo Azevedo estaria usando mensagens em redes sociais para convidá-las para testes como modelo em um programa de televisão. O problema é que foi usado o nome de uma produtora, que afirmou não estar fazendo seleção nenhuma e o dono inclusive, fez boletim de ocorrência para que seja apurado o ocorrido. 

Segundo uma das denunciantes o suspeito entrava em contato via mensagem inbox. “Esse notário está mandando mensagem para várias garotas!!!! É tudo MENTIRA, não caiam!! Eu e minhas amigas fomos vítimas e não caímos pois entramos em contato com essa empresa e ele não tem nada com ela. Está fazendo isso para conseguir foto de biquíni, um ser LIXO desses, nojento!!! Garpy e Mart entretenimento não tem nenhum envolvimento com ele!! E esse babaca vai ter as consequências”, denunciou em uma postagem nas redes sociais. 

Há denúncias também que o homem teria cometido abuso contra uma das meninas que chegou a ir fazer um teste com ele. “Ele estuprou uma menina e abusou de várias quando foram no lugar “das fotos” por favor compartilhem”, pediu Julia Muller em uma postagem que já foi compartilhada mais de uma centena de vezes. 

Na postagem, várias outras meninas relataram que já tinham sido assediadas por Victor Hugo que apagou todas as postagens e contas das redes sociais. 
A reportagem tentou contato com os números da publicação, porém os dois números disponíveis dão como desligados. 

Boletim de ocorrência

O ex-secretário municipal de Cultura Marcos Rocker, proprietário da Mart Produtora procurou a polícia para denunciar o caso. Segundo ele o nome da empresa foi usado indevidamente e já estão sendo tomadas as devidas providências sobre o caso. 

“A Mart se solidariza com as vítimas e se coloca a disposição para qualquer esclarecimento”, afirmou.

Veja também