(67) 99826-0686

No Tijuca: casal é pego fazendo sexo, foge da polícia e acaba preso nu

Houve perseguição em alta velocidade e disparos de arma de fogo feitos pela polícia

12 NOV 2017
Rodson Willyams
09h55min
Foto: Arquivo TopMidiaNews

Um homem de 23 anos e uma mulher de 48 anos acabaram presos pela polícia após serem flagrados praticando sexo dentro de um veículo que estava parado próximo a uma pista de caminhada paralela a Avenida Nasri Siufi, no Bairro Jardim Tijuca, em Campo Grande. Ao acionarem o giroflex, o condutor empreendeu fuga, furou sinais do bairro e só parou quando perdeu o controle do veículo. Ao descerem do carro, ambos estavam nus.

Segundo o registro policial, policiais da Força Tática faziam o patrulhamento quando avistaram um veículo Honda/Civic  LXS, de cor cinza, parado em um local ermo e escuro, ao emitirem sinais luminosos para os ocupantes do veículo, o rapaz de 23 anos saiu disparada em alta velocidade desobedecendo a ordem de parada.

Com isso, iniciou-se uma perseguição pelas ruas do bairro. Como o condutor saiu em alta velocidade enquanto ainda estava na pista de caminhada na altura da Rua Conde de Boa Vista entrou na avenida Narsi Suifi sem respeitar os demais veículos. No cruzamento da Rua Pará, ao fazer uma ultrapassagem, o condutor perdeu a direção, passou por cima do canteiro e foi parar em um matagal derrubando inclusive árvores de pequeno porte e batendo em um poste de concreto. Os policiais ainda efeturam disparo de arma de fogo nos pneus para que o condutor parasse o veículo.

Assim que os policiais se aproximaram para uma nova abordagem, perceberam que haviam dois ocupantes, sendo que ambos desceram do veículo completamente nus. Aos policiais, o rapaz de 23 anos disse que desobedeceu a ordem de parada porque entrou em desespero ao avistar os policiais, uma vez, que estava praticando sexo com a mulher de 48 anos. Por isso, teria fugido do local.

Durante abordagem dentro do veículo, os policiais ainda encontraram no porta-objeto, próximo ao câmbio, uma porção de maconha, a qual após laudo da Denar e pesado chegou a aproximadamente 3,6 gramas. O rapaz alegou que o veículo que conduzia era emprestado de um amigo e não sabia que a droga estava acondicionado no interior do veículo.

Em razão da fuga, o veículo acabou apresentando diversas avarias, como: pneus dianteiros estourados por bater na guia, rodas dianteiras amassadas, pára-choque dianteiro quebrado, lateral amassada próxima roda dianteira, e também na porta do passageiro devido a colisão com uma árvore e um poste de concreto. Por conta do disparo, apresentou também uma perfuração na tampa do porta-malas traseiro do veículo.

Diante dos fatos, os policiais encaminharam o casal que não tiveram lesões corporais por conta do acidente para a Depac do Bairro Piratininga. Lá foi lavrado Boletim de Ocorrência como desobediência, além de ato obsceno, direção perigosa em via pública e porte de drogas para consumo pessoal.

 

Veja também