re9
lalu kids
(67) 99826-0686

Ossadas encontradas na Capital são de adolescentes de 13 e 17 anos

Ambos estavam na lista dos desaparecidos da 'exploração da miséria'

24 NOV 2016
Anna Gomes
10h10min
Foto: Divulgação Polícia Civil

As duas ossadas encontradas na manhã de ontem (23), são de dois adolescentes que estavam na lista dos desaparecidos da polícia.  Identificados como Lessandro Valdonado de Souza e Jhenifer Luana Lopes, vulgo Larrisa, também foram vítimas da 'exploração da miséria' e mortos por Luiz Alves Martins Filho, o 'Nando' que é um assassino em série, suspeito de matar e enterrar as vítimas em um cemitério clandestino no Jardim Veraneio, região do Parque dos Poderes, em Campo Grande.

Conforme a Polícia Civil, Lessandro de 13 anos estava desaparecido desde agosto e Larissa de 17 anos, havia sumido março de 2016. Os adolescentes, como todas as vítimas de Nando, eram explorados sexualmente em troca de drogas e depois assassinados.

Nando matava as vítimas que eram enterradas de cabeça para baixo. No mesmo lugar onde ontem os adolescentes foram localizados, a polícia já havia encontrado mais quatro ossadas. Com apoio da DEH (Delegacia Especializada de Homicídios) e da DEFURV (Delegacia Especializada de Repressão A Roubos e Furtos de Veículos) os policiais conseguiram encontrar até o momento, seis ossadas.

Buscas

No final da tarde da última terça-feira (23), após um dia inteiro de buscas, policiais civis conseguiram localizar o corpo de Ana Cláudia Marques, de 37 anos, que estaria desaparecida desde setembro deste ano. A vítima não constava na lista de desaparecidos procurados nesta investigação, porém teria sido enforcada com uma corda a mando de Nando.

(Nando durante as escavações. Foto: Divulgação PC)

Além de Ana Cláudia, Lessandro e Jhenifer, a polícia também já havia encontrado as ossadas de mais três homens identificados como Alemão, Café e Bruninho.

Os policiais continuam com as buscas e trabalham com informações de que outras duas pessoas estariam enterradas na região. Inclusive estão trabalhando para localizar o corpo de Jhenifer Lima da Silva, 1, que está desaparecida há dois anos.

Esquema 'exploração da miséria'

Mais de dez integrantes de um grupo responsável pela exploração sexual e tráfico de drogas no bairro Danúbio Azul, região norte da Capital, foram presos em uma operação realizada pela Polícia Civil. Cada membro do grupo tinha uma função, Luiz, mais conhecido como o 'Nando' foi apontado como o 'chefão' da rede. 


(Participantes presos supostamente envolvidos no esquema de exploração sexual.Foto: Geovanni Gomes)

Veja também