zé ramalho
studio center
(67) 99826-0686

Veja relação das prisões, depoimentos, buscas e apreensões da 'Máquinas de Lama'

4ª fase da Operação Lama Asfaltica foi deflagrada em 11 de maio

12 MAI 2017
Airton Raes
13h40min
Foto: Wesley Ortiz

A Polícia Federal cumpriutrês mandados de prisão preventiva, nove conduções coercitivas e 32 de buscas e apreensão. Nesta quinta-feira, 11 de maio, foi deflagrada a 4ª fase da Operação Lama Asfaltica, intitulada Maquinas de Lama, que investiga quadrilha especializada em desvio de recursos e fraude de licitações públicas através de superfaturamento e pagamento de propina para agentes públicos. Veja a lista completa>

Foram decretadas as prisões preventivas do ex-secretário estadual de Fazenda André Luiz Cance, o ex-servidor da Secretaria de Educação, Jodascil da Silva Lopes e o dono da Grafica Alvorada, Mirched Jafar Junior.

Além do ex-governador André Puccinelli, foram realizadas as conduções coercitivas de Ana Cristina Pereira da Silva, Maria Aparecida Gonçalves Lopes, esposa de Jodascil, Rossana Paroschi Jafar, esposa  de Mirched, Mauro Cavalli e sua esposa  Maria Rogéria Fernandes Cavalli, Rudel Sanches Silva, Jader Rieffe Julianelli Afonso e André Puccinelli Junior.

Os mandados de busca e apreensão foram cumpridos na unidade I, II e administrativa do JBS, Águas Guariroba, Eldorado Brasil Celulose, Secretaria de Fazenda de MS, Secretaria de Educação de MS, Fazendas Baía das Graças (Porto Murtinho), São Bento (Porto Murtinho), Rancho Itália (Nioaque), JL (Porto Murtinho), Palanque, Rudel Sanches SA,  Mega Aval Editora LTDA EPP, nas residências de Mauro Cavalli, no escritório de Ivanildo da Cunha Miranda, Rodrigo de Paula Aquino, na residência de Daniel Nantes Abuchaim, ICE Cartões Especiais LTDA, Jonas Schimidt das Neves, Dighito Brasil Soluções em Softwares LTDA, na empresa e depósito da H2L Equipamentos e Sistemas LTDA, HBR Medical Equipamentos Hospitalares LTDA,na residência e empresa de Rodolfo Pinheiro Holsback, DM Construtora de Obras LTDA, na residência de Jader Rieffe Julianelli Afonso e Jodascil da Silva Lopes.

A Operação Máquinas de Lama é fruto da análise dos materiais apreendidos nas fases anteriores da Lama Asfáltica. O aprofundamento das investigações levou ao conhecimento das práticas delituosas da quadrilha, tais como: superfaturamento de obras; direcionamento de licitações; aquisição fictícia de produtos; e uso de documentos falsos para justificar o aditamento de contratos. Também foi constatado o repasse de valores a título de propina a agentes públicos, para obtenção de benefícios e isenções fiscais.

Veja também