(67) 99826-0686
PMCG Janeiro

PM inicia operação ostensiva contra violência a partir desta sexta no Los Angeles

Operação

31 OUT 2013
Ana Rita Chagas
10h28min
Foto: Geovanni Gomes

Para inibir as ações violentas ocorridas nos bairros da Capital,  um efetivo de policiais militares inicia nesta sexta-feira (1º), véspera de feriado,  uma ação ostensiva para desarticular práticas criminosas  contra a população.


Segundo o comandante da Polícia Militar de Mato Grosso do Sul Coronel David, o  Los Angeles  será o primeiro bairro a receber a ofensiva militar. " A inteligência da Policia Militar já verificou  que algumas regiões  da Capital precisam ter mais a presença de policiais. A polícia militar se fará presente de forma rigorosa no Los Angeles   e em outros bairros da Capital também,"  informou coronel David  em entrevista para o Programa Tribuna Livre nesta quinta-feira (31). 

De acordo com o presidente do Conselho de Policia Militar  e Bombeiros  Militares do Brasil,  o trabalho da polícia tem de ser feito em conjunto com a comunidade local de cada bairro da cidade. " A comunidade também é responsável pela segurança pública, quando ajuda  a polícia com informações, ações e planos de ação", acrescenta.  
 

Região central - Segundo coronel David , as ações que iniciam, agora, nas periferias da cidade, se estenderão para a região central de Campo Grande. "O  policiamento  que será feito no fim de ano na região central será a partir do resultado das ações desencadeadas nos bairros . A Polícia Militar tem de ir para as ruas para dar segurança para os cidadãos".  

 

Homicídios -  Quanto aos casos de homicídios que estamparam  as páginas policiais, nas últimas semanas, o comandante da PM afirmou que os crimes fugiram do controle da corporação. " Os crimes que aconteceram  têm diversas causas que fogem do policiamento preventivo.  A gente percebe que foram jovens envolvidos com tráfico de drogas.Tivemos desentendimentos familiares um ex-marido  executando a esposa e logo depois se suicidando, tivemos também um  ex-marido tentando  matar a esposa e o cunhado veio e matou. Isso são questões  que infelizmente fogem  da presença ostensiva da Polícia Militar",  explica.
 

O coronel  acredita que com a implantação de um efetivo ostensivo nas ruas será possível inibir a criminalidade. " A ordem que nos foi dada pelo governado André Puccinelli  é para que  a Polícia Militar esteja nas ruas para darmos segurança para o cidadão",  completou.

 

Veja também