Águas
Corrida Cassems
(67) 99826-0686

Barbárie: Presos executam traficante e gravam vídeo na Máxima de Campo Grande

Nas imagens, homem diz 'que bonitinho que ele ‘tá’ pendurado'

6 JAN 2017
Diana Christie e Vinícius Squinelo
09h29min
Foto: Reprodução/YouTube

Makanaky Nobre dos Santos Nascimento, 26 anos, foi encontrado morto nesta quinta-feira (5), enforcado com uma corda artesanal presa à janela de um banheiro, na parte externa da Penitenciária de Segurança Máxima de Campo Grande. Em vídeo, internos filmam o corpo e zombam da execução.

Segundo a Agepen (Agência Estadual de Administração do Sistema Penitenciário), o corpo foi localizado pelos agentes penitenciários, por volta das 12 horas, no saguão superior do pavilhão 2, ala B. O local foi isolado e a perícia técnica da Coordenadoria Geral de Perícias foi chamada para os levantamentos necessários e coleta de provas.

Em um vídeo que o TopMídiaNews teve acesso, um interlocutor, não identificado, afirma: “Que vergonha. Olha que bonitinho que ele ‘tá’ pendurado”. A barbárie da ação choca, em especial após o massacre que resultou em mais de 50 mortes em uma penitenciária do Amazonas, em uma guerra iniciada após a morte do narcotraficante Jorge Rafaat.

O preso assassinado na Máxima da Capital cumpria pena por tráfico de entorpecentes e tráfico internacional de arma de fogo. Makanaky também tinha passagem por furto qualificado e estava em Campo Grande desde 16 de dezembro do ano passado, quando foi transferido da Penitenciária de Dois Irmãos do Buriti. O caso será investigado pela Polícia Civil.

O vídeo está disponível a seguir: 

AVISO: Contém IMAGENS FORTES.

policia-interna2
zé ramalho

Veja também