FAPEC
Assembleia a  04 a 18/12
(67) 99826-0686
cidade natal pmcg

Azambuja afirma que não vai tirar dinheiro da educação, saúde ou segurança para finalizar Aquário

Governador busca parceria privada para conseguir os R$ 50 milhões necessários para obras

16 FEV 2017
Airton Raes
11h39min

O governador de Mato Grosso do Sul, Reinaldo Azambuja (PSDB), afirmou que não irá retirar dinheiro da educação, saúde ou segurança pública para finalizar a sobras do Aquário do Pantanal. O Estado busca parceria privada para conseguir os R$ 50 milhões necessários para a conclusão da obra. “Eu sou muito confiante que vamos firmar essa parceria. Muitas pessoas nos cobram do Aquário e a população tem todo o direito de cobrar”, destacou.

Azambuja voltou a destacar que houve falhas na execução do projeto pro parte da administração do ex-governador André Puccinelli (PMDB). “Foi uma obra orçada em R$ 80 milhões pelo governo anterior. Pagaram mais de R$ 220 milhões, olha o tamanho do erro no projeto”, enfatizou.

Em busca de parcerias com empresas privadas, Reinaldo Azambuja afirmou que o governo não tem os R$ 50 milhões necessários para o término das obras e que não vai tirar de outros setores para continuar o Aquário. “Não vou tirar dinheiro da saúde, educação e segurança pública para concluir o aquário. Vai ser constituída uma parceria privada, colocar os recursos que faltam, concluir e entregar o aquário a população”, disse. 

Veja também