burguer fest
OUTUBRO ROSA
(67) 99826-0686

Eleições 2018: Reinaldo diz que ânimos devem ficar acirrados, mas espera apoio de deputados

Azambuja afirmou que, até o momento, os projetos encaminhados à ALMS foram para equilibrar as contas do Estado

9 OUT 2017
Rodson Willyams
16h50min
Foto: Wesley Ortiz

O governador Reinaldo Azambuja, do PSDB, afirmou, nesta segunda-feira (9), que espera uma posição mais 'madura' dos deputados durante o ano eleitoral. Reinaldo lembrou que, na época de eleição, os ânimos ficam mais 'acirrados', mas espera o apoio necessário, inclusive da oposição, para a aprovação de projetos na Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul em 2018.

"Até o momento, o governo buscou o equilíbrio das contas com o encaminhamento de projetos para a Casa de Leis", explicou o governador. "Teve o Refis que foi aprovado por unanimidade, inclusive pela oposição. Teve também o Fundo Fiscal e a convalidação que tiveram o apoio", lembrou.

Porém, ele não descartou a possibilidade de enfrentar dificuldades. "É natural que ano que vem, os ânimos estejam mais acirrados. Porém, conto com os deputados, até com a oposição, para aprovar os projetos importantes".

Alguns partidos já iniciaram a conversa para a disputa das eleições de 2018. O PMDB, por exemplo, já se mobiliza para encontrar um nome para a disputar ao Governo do Estado. Há uma sinalização do ex-governador André Puccinelli para a disputa.

O juiz federal Odilon de Oliveira é outro nome, deve se filiar ao PDT e está cotado pelo partido para disputar a vaga ao Executivo Estadual. 

Veja também