festival de reggae
erro medico
(67) 99826-0686

Azambuja diz que Hashioka terá autonomia para escolher diretoria do Detran

Governador destacou perfil técnico do novo diretor

4 SET 2017
Airton Raes
17h16min
Foto: André de Abreu

O governador de Mato Grosso do Sul, Reinaldo Azambuja, afirmou que o diretor-presidente do Departamento Estadual de Trânsito de Mato Grosso do Sul (Detran), Roberto Hashioka, terá autonomia para compor o quadro de diretores do órgão. “Hashioka tem autonomia na escolha dos diretores. Ele está olhando os quadros. Já temos diretores que são servidores de carreira. Ele vai ter autonomia de escolher. Roberto é um bom gestor e fará um bom trabalho compondo a nova diretoria do Detran”, afirmou o governador na manhã desta segunda-feira, 04 de setembro, durante agenda no Tribunal de Justiça.

Azambuja destacou que Roberto Hashioka é conhecido pelo seu perfil técnico, apesar da carreira política em Mato Grosso do Sul. “Ele não deixa de ser politico, mas é técnico. Todos conhecem a experiência do Roberto por ser técnico. Fez um excelente trabalho na prefeitura de Nova Andradina e também uma boa gestão quando assumiu a Agepan”, completou.

O governador destacou que o desafio do novo diretor do Detran é economizar recursos, sem comprometer a entrega de serviços para a população. “O desafio que é fazer o órgão mais econômico, no trabalho que já havia sido feito. Temos o menor valor do país no registro de documento”, explicou. Reinaldo Azambuja lembrou que as investigações do Ministério Público Estadual terão continuidade e todos os acusados terão a oportunidade de apresentar as suas defesas.

Roberto Hashioka foi nomeado diretor do Detran após a exoneração do ex-diretor Gerson Claro. Os integrantes da alta cúpula do Detran foram presos pelo Gaeco durante a Operação Antivírus, deflagrada em 1° de setembro. O Gaeco  investiga crimes de corrupção ativa e passiva, fraude à licitação, peculato e organização criminosa. Segundo as informações iniciais, os alvos são contratos de informática celebrados entre empresas e o Poder Público. 

Veja também