(67) 99826-0686
PMCG Janeiro

Ballock critica equipe de transição e causa irritação entre vereadores

Comissão Processante

20 NOV 2013
Carlos Guessy
17h44min
Fotografia: Geovanni Gomes

Os ânimos se exaltaram durante o depoimento do secretário de administração Ricardo Ballock, feito à Comissão Processante da Câmara Municipal. O titular da pasta foi uma das testemunhas arroladas pelo prefeito Alcides Bernal (PP) para defendê-lo das denúncias de praticar improbidade administrativa e afirmou que o processo de transição da administração anterior não foi adequado.


Na avaliação do secretário, o processo não feito no período adequado e muitos documentos foram entregues ainda no dia da posse do atual prefeito. "Na minha opinião a transição não foi adequada e faltaram muitos documentos, que foram enviados somente no dia da posse do prefeito Bernal", alegou.


Diante das afirmativas de Ballock, o presidente da Comissão Processante, vereador Edil Albuquerque se indignou e o corrigiu prontamente. "Isso não existe, porque eu fui presidente da equipe de transição e posso confirmar que todos os documentos foram entregues a nova administração no prazo , e na presença do secretário de finanças Wanderley Benhur e do representante do prefeito, José Anunciano Dias, do PP de Belo Horizonte", argumentou.


Mesmo sendo desmentido, Ballock ressaltou que a economia feita pela atual administração é visivel e pode ser comprovada por documentação que foi entregue aos membros da comissão. "No caso da contratação da Megaserv, tivemos uma economia de quase quatro milhões de reais em relação a Total. Diferente do que foi veículado na imprensa, a prefeitura não deixou de pagar, temos como comprovar, a empresa é que desistiu do contrato há um mes do término do período".

Veja também