(67) 99826-0686
PMCG Janeiro

Bernal determina afastamento de Siufi do cargo de médico para ficar só como vereador

Retaliação

5 NOV 2013
Juliene Katayama
15h38min
Foto: Izaias Medeiros/Câmara

O prefeito de Campo Grande, Alcides Bernal (PP), determinou o afastamento do vereador Paulo Siufi (PMDB) das atividades médicas nos postos de saúde. O decreto n° 1891 foi publicado no Diário Oficial de Campo Grande desta terça-feira (05). Na sessão de hoje, o peemedebista fez duras críticas à Saúde. "A Saúde já saiu da UTI e está sendo velada", disse na tribuna.

Conforme o decreto, o afastamento será por quatro anos, passando a valer a partir do dia 1° de janeiro. Siufi é ocupante do cargo de Médico, Referência 15, classe “E” e estava lotado na Secretaria Municipal de Saúde Pública (Semed).

Ainda hoje, Siufi criticou o sistema de Saúde do Município baseado numa publicação de um jornal diário. "Ele não entende nada de Saúde", afirmou na tribuna sobre o prefeito. O líder do prefeito, vereador Alex do PT, ainda tentou desqualificá-lo, dizendo que a Saúde na gestão anterior também era ruim. Mas Siufi logo respondeu afirmando que não era pior do que a atual. "Se antes era ruim, hoje está pior", respondeu.

O vereador Coringa (PSD) ainda questionou a informação publicada na propaganda eleitoral do PP regional, em que Bernal - presidente regional do partido - afirma que foram contratados 300 médicos. "Onde estão os 300 médicos que o Bernal fala na propaganda", questiona Coringa. O vereador Otávio Trad (PTdoB) engrossou o coro sobre as contratações de médicos. "Se contratou 300 médicos não teria fila de espera tão longa", afirmou. 

Rixa - Siufi foi presidente da CPI da Inadimplência que apurou irregularidades da Prefeitura de Campo Grande, durante os primeiros meses de gestão do Bernal, com contratos emergenciais e processos licitatórios, além de atraso de pagamento a empresas prestadoras de serviço.

Veja também