(67) 99826-0686
PMCG Janeiro

Bernal poderá apresentar até dez testemunhas

Comissão Processante

16 OUT 2013
Juliene Katayama
13h09min
Flávio César acredita na ampla defesa do prefeito. Foto: Geovanni Gomes

O prefeito de Campo Grande, Alcides Bernal (PP), poderá indicar até dez testemunhas para a Comissão Processante. Segundo o relator, vereador Flávio César (PTdoB), esta é uma oportunidade para o Chefe do Executivo se defender das acusações de irregularidades apontadas no relatório final da CPI da Inadimplência.

"Entendo que ele deveria ser o primeiro a querer responder as denúncias registradas e desta forma, mostrar o que é verídico ou não”, afirmou o relator.

Para ele, a comissão é uma grande oportunidade de Bernal apresentar os fatos e tentar provar que não cometeu nenhuma irregularidade. “Se ele (prefeito) não deve, não deve temer as apurações da comissão", pontuou.

Além de Flávio, a comissão é composta do presidente Edil Albuquerque (PMDB) e de Alceu Bueno (PSL). O grupo terá até 90 dias para concluir as investigações, o presidente acredita que os trabalhos serão encerrados em até 60 dias. “Queremos evitar que o processo se estenda ao período de recesso parlamentar, o que iria atrapalhar a fluidez do trabalho”, afirmou Edil.

Afastamento -  O presidente disse ainda que a princípio não foi definido sobre o afastamento do prefeito. “Nosso objetivo é realizar um trabalho detalhado, ouvindo todos os envolvidos e já dispomos de bastante material, que foi apresentado no relatório da CPI da Inadimplência. Só entraríamos com o pedido de afastamento em caso de sermos coibidos de desenvolver nosso papel, mas isso pode ser feito também por qualquer vereador da Casa”, pontuou.

Veja também