TJMS
re9
(67) 99826-0686

Candidato do PSD recebe apoio e solicitações durante caminhada no Caiobá II

Marquinhos percorreu algumas ruas do Residencial Celina Jallad e recebeu solicitações para agregar ao seu programa de governo

12 OUT 2016
Diana Christie
11h19min
Foto: Assessoria

Durante caminhada no bairro Caiobá II na terça-feira (11), o candidato Marquinhos Trad (PSD) recebeu agradecimentos de eleitores que apoiam sua campanha para a prefeitura de Campo Grande. Segundo a assessoria de imprensa da coligação, são pessoas que foram atendidas pelo parlamentar durante a carreira os 21 anos de carreira política do deputado estadual.

“Minha filha tinha um ano e oito meses e ficamos por vários meses na fila esperando por uma cirurgia. Fui pedir ajuda dele e conseguimos a cirurgia em 20 dias. Eu implorei para ele. Ela já estava com a garganta fechada, não conseguia falar e nem comer direito. Estava bem ruim já. Hoje, ela está com nove anos e eu agradeço muito. Voto nele em todas as eleições”, contou Elenice Dias.

O músico José Wilson de Souza recebeu Marquinhos em casa e disse acompanhar o candidato desde que ele era pequeno. “Estou com 60 anos de idade e conheço ele desde a época do pai dele, do saudoso Nelson Trad, que deixa saudade até hoje. Conhecemos ele, sua honestidade e o que prestou de serviço ao Estado todo. Em memória dele nós prestigiamos os filhos. Hoje para mim foi como se eu recebesse o doutor Nelson na minha casa”, contou.

Marquinhos percorreu algumas ruas do Residencial Celina Jallad e recebeu solicitações para agregar ao seu programa de governo. Lucinéia de Oliveira reclamou do trânsito e da falta de segurança pública na região.

“Precisa de tudo, mas principalmente de sinalização. Um menino foi atropelado essa semana e meus filhos estavam juntos. Precisamos de ronda policial. Cada casa tem três ou cinco crianças, mas não tem uma escola e pra ir a pé é longe. Não tem passe porque não atinge a distância, mas é longe pra ir andando no sol”, enumerou.

A manicure Priscila Vicentim solicitou uma escola e pediu mais segurança, caso ele seja eleito prefeito. “Fui assaltada ontem lá na Rua Bandeirantes e no período da manhã, 8 horas. Precisamos de segurança”, solicitou.

Veja também