(67) 99826-0686
PMCG Janeiro

Comissão deve decidir sobre a cassação de Bernal antes do fim do ano

Reunião

16 OUT 2013
Ana Rita Chagas
08h41min
Vereador quer agilizar os trabalhos. Foto Camara Municipal

O presidente da Comissão Processante da Câmara Municipal de Campo Grande, Edil Albuquerque (PMDB) afirmou  que a meta é concluir o relatório  sobre a cassação do prefeito Alcides Bernal antes de 60 dias.

Segundo vereador, a primeira reunião dos integrantes da comissão acontece na  manhã desta quarta-feira (16). " É um momento para tirarmos os primeiros pareceres, os primeiros conhecimentos a fundo das denúncias propostas por dois empresários",  ressalta.

De acordo com o presidente da comissão, o prefeito Alcides Bernal terá um prazo de dez dias após ser notificado para prestar esclarecimentos. " Tudo será respaldado pela parte jurídica", acrescentou.
  

Durante a sessão de terça-feira 15), os vereadores da Casa de Leis, aprovaram por 21 votos favoráveis e 8 contrários, a instalação da Comissão Processante para apurar as denúncias de possíveis irregularidades ocorridas durante a administração.

De acordo com Edil Albuquerque,na oportunidade serão analisadas denúncias de pagamentos que teriam sido deixados de ser realizados  e contratos feitos pela prefeitura Municipal de Campo Grande desde que Alcides Bernal assumiu a prefeitura de Campo Grande, em janeiro de 2013.

O pedido para instauração da Comissão Processante, na Câmara, foi assinado por dois integrantes da sociedade civil. O documento que foi assinado por Luiz Pedro Gomes Guimarães e Raimundo Nonato de Carvalho afirmava, dentre outros pontos, que o prefeito da Capital realizou "atos administrativos nocivos aos cidadãos e à econômia campo-grandense, demonstrando despreparo  e uma intolerável ineficiência para o exercício do mandato".

Veja também