(67) 99826-0686

Coronel David se compromete com limpeza de ruas e terrenos para combater doenças

Candidato também garante que vai concluir obras de postos de saúde paradas e construir um hospital de cirurgias eletivas

7 SET 2016
Diana Christie
13h16min
Foto: André de Abreu

Pela chapa ‘Por uma Campo Grande Melhor’, o candidato a prefeito e deputado estadual Coronel David (PSC) garante que, se eleito, deve realizar a limpeza das ruas, praças e terrenos baldios como parte das ações na área da saúde preventiva. O objetivo é acabar com os lixões improvisados às margens de avenidas, lotes desocupados e de córregos para evitar doenças.

A dengue, por exemplo, causou duas epidemias em três anos, em 2013 e 2016, com mais de 74 mil casos e 15 mortes. O mosquito Aedes aegypti, que prolifera a doença e também transmite a chinkungunya e o zika vírus, se reproduz em locais com água parada, podendo deixar larvas até em tampas de garrafa.

Outra doença causada pelo lixo é a leishmaniose, que matou nove pessoas nos últimos dois anos, segundo a Secretaria Municipal de Saúde. Foram 724 casos suspeitos e 220 confirmados nos anos de 2014 e 2015.

“Vou priorizar a saúde preventiva com ênfase na limpeza de terrenos baldios, ruas, lixões e esgoto, evitando epidemias”, afirma o candidato. Conforme a assessoria do deputado estadual, Coronel David tem como prioridade garantir a qualidade de vida dos 863 mil habitantes de Campo Grande com ações preventivas.

Além de atuar na prevenção, ele se compromete em concluir as obras dos postos de saúde paradas, construir o Centro de Especialidades Médicas para Crianças e o hospital de cirurgias eletivas. O Plano de Governo do candidato também prevê políticas de valorização dos servidores da área de saúde para ampliar o número de médicos, principalmente pediatras, na rede municipal.

Para acabar com as filas e agilizar o atendimento, o candidato diz que vai informatizar o prontuário e o sistema de atendimento. O sistema de controle seria implantado para garantir o fornecimento contínuo de medicamentos nos postos de saúde.

Veja também