(67) 99826-0686

CPI do Táxi ouve amanhã quatro pessoas sobre suposto ‘monopólio’ de alvarás

Ao todo, 14 pessoas serão ouvidas pelos parlamentares nesta semana

9 JUL 2017
Rodson Willyams
17h50min
Foto: Reprodução / Câmara Municipal

A Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) do Táxi instaurada para investigar possível ‘monopólio’ de alvarás por determinadas famílias em Campo Grande deve realiza a sua primeira oitiva nesta segunda-feira (6). 

Quatro pessoas foram convocadas e devem prestar esclarecimentos aos parlamentares. Entre os convocados está Francisca Pereira dos Santos, que era esposa de Moacir Joaquim de Matos, já falecido e a qual representa o espólio do marido. Francisca também tem em seu nome empresa no mesmo ramo com o nome Francisca Pereira dos Santos – ME.

A proposta da Comissão é pautada em denúncias de que muitos alvarás de permissão de exploração dos serviços de táxi estariam concentrados com determinadas pessoas ou grupos familiares. Dos 490 alvarás concedidos pelo poder público, 15,5% estão concentrados nas mãos de apenas dez pessoas. 

Ao todo, 14 pessoas serão ouvidas, na segunda, quarta e sexta-feira, sempre a partir das 8h, no Plenário Edroim Reverdito, na sede da Câmara Municipal. A Comissão Parlamentar de Inquérito é composta pelos vereadores Vinicius Siqueira (presidente), Odilon de Oliveira (relator), Júnior Longo, Veterinário Francisco e Pastor Jeremias Flores. 

Veja também