(67) 99826-0686
AGEREG TARIFA MÍNIMA

Delcídio é absolvido em processo de obstrução de Justiça

Decisão também beneficiou o ex-presidente Lula, André Esteves e José Carlos Bumlai

12 JUL 2018
Folhapress
14h42min
Foto: Arquivo/TopMídiaNews

A Justiça do Distrito Federal absolveu nesta quinta (12) o ex-presidente Lula, o ex-senador Delcídio do Amaral, o banqueiro André Esteves, o pecuarista José Carlos Bumlai e seu filho, Maurício Bumlai, no processo em que eram acusados do crime de obstrução de Justiça.

Na sentença, o juiz substituto Ricardo Augusto Soares Leite afirma, sobre o ex-presidente, que há “deficiência probatória para sustentar qualquer juízo penal reprovável”.

Diz ainda que a “colaboração premiada bem como o testemunho de outros réus não possuem credibilidade suficiente para qualquer juízo condenatório”.

Parte dos indícios contra Lula vem dos depoimentos de Delcídio dados em sua colaboração premiada.

O ex-presidente foi acusado de obstrução de Justiça durante a delação premiada de Nestor Cerveró, ex-diretor da Petrobras.

O petista, o ex-senador Delcídio do Amaral e outras cinco pessoas eram apontadas como participantes de uma trama para comprar o silêncio de Cerveró

 Também foram absolvidos no caso o advogado Édson Ribeiro e o ex-chefe de gabinete de Delcídio, Diogo Ferreira.

Veja também