(67) 99826-0686
PMCG Janeiro

Dia D: Câmara vota abertura da CPI contra Bernal

Cassação

15 OUT 2013
Juliene Katayama
07h22min
Bernal está aflito com a possibilidade de instaurar a comissão processante. Foto Geovanni Gomes

Na sessão de hoje, a Câmara Municipal de Campo Grande vai votar a CPI que poderá cassar o mandato do prefeito Alcides Bernal (PP). Depois do tumultuo, na semana passada, a votação foi adiada para esta terça. Para evitar confusões durante a sessão, o presidente da Casa, vereador Mario Cesar (PMDB) enviou ofício à Polícia Militar.


Para abrir a comissão processante são necessários 20 votos. Neste cálculo, o prefeito tem a vantagem. Bernal já tem nove votos a seu favor: os petistas Ayrton Araújo, Marcos Alex e Zeca do PT, dos tucanos Professora Rose e João Rocha, Gilmar da Cruz (PRB), Luiza Ribeiro (PPS), Cazuza e Chocolate, ambos do PP, e o mais novo integrante Dr. Jamal (PR).


O Chefe do Executivo precisa do apoio de apenas mais um vereador para enterrar de vez a CPI. Mas até ontem, o líder do prefeito, vereador Marcos Alex, ainda negociava com os colegas para garantir o fim da comissão.


Se instaurada, a comissão processante irá apurar as irregularidades apontadas no relatório final da CPI da Inadimplência que investigou contratos firmados entre a Prefeitura de Campo Grande e empresas prestadoras de serviço, além dos processos licitatório, atrasos de pagamento e empresas fantasmas.

Veja também