(67) 99826-0686

Em audiência, Durães chora e pede desculpas a Bernal por episódio do 'silêncio dos edredons'

Caso ocorreu em 2016, quando o ex-vereador disse que já conhecia a mãe do ex-prefeito

13 SET 2017
Thiago de Souza e Amanda Amaral
19h00min
Durães, na ocasião que disse conhecer a mãe de Bernal Foto: Câmara

O ex-vereador Roberto Durães (PSC) chorou bastante e pediu desculpas ao ex-prefeito Alcides Bernal (PP), durante audiência de conciliação, na 2ª Vara do Juizado Especial, em Campo Grande. Os dois fizeram acordo e o processo por danos morais movido pelo pepista foi arquivado.

O caso ocorreu durante sessão ordinária da Câmara Municipal, em maio de 2016, quando Durães, em sua fala, disse que já conhecia a mãe de Bernal no 'silêncio dos edredons'. A frase repercutiu bastante e teve diversas interpretações, inclusive de cunho sexual.

Durante a audiência, Durães se mostrou arrependido e garantiu que proferiu a frase, pois estava deslumbrado e sob um 'encantamento' por ter conseguido se tornar vereador. Porém, destacou que, em nenhum momento, teve a intenção de ofender nem a mãe do ex-prefeito, nem ele.

De frente para Alcides Bernal, Durães disse: ''Olhando nos seus olhos eu peço perdão, pois só de pensar que ofendi uma senhora de mais de 80 anos me traz profunda tristeza. Peço humildemente seu perdão''. O ex-vereador contou ainda que, na época, levou uma bronca da própria mãe.

(Bernal ao chegar à audiência de conciliação - Foto: Amanda Amaral)

A mãe de Bernal, hoje acometida por uma leucemia, foi intimada mas não compareceu por conta da doença. O ex-prefeito aceitou as desculpas, mas aproveitou o momento para desabafar seu pensamento sobre a política.

''Tenho nojo da política e da politicagem que foi instaurada à época do meu retorno à prefeitura'', relatou. O pepista disse que um dos fatos que levaram Durães a citar a frase foi um sentimento de revolta dos vereadores contra ele. Ele citou a ocasião em que o vereador Chiquinho Telles (PSD) apresentou uma moção de repúdio contra ele assim que retornou ao cargo de prefeito.

O juiz Andrade Neto disse que o juizado cumpriu o papel social de dar oportunidade das partes perceberem as razões e equívocos das  ações e permitir uma decisão que leve a paz.

Veja também